João Pessoa 25.13ºC
Campina Grande 22.9ºC
Patos 27.03ºC
IBOVESPA 122898.8
Euro 5.7127
Dólar 5.2585
Peso 0.0058
Yuan 0.7258
Nestlé desenvolve produtos para competir com medicamentos contra a obesidade
23/10/2023 / 07:34
Compartilhe:

A gigante alimentícia Nestlé anunciou na quinta-feira (19) que está trabalhando em produtos para acompanhar medicamentos para perda de peso, como Ozempic, Wegovy e Mounjaro, à medida que a indústria alimentícia evolui em resposta à crescente popularidade dos medicamentos que matam o apetite, em meio a temores de que eles diminuam a demanda e atinjam sua base de negócios.

O CEO global da Nestlé, Mark Schneider, disse durante uma entrevista coletiva que a empresa está trabalhando numa série de “ajudas de saúde” dirigidas ao crescente número de pessoas que utilizam tratamentos para perda de peso, como Ozempic e Wegovy.

Os tratamentos, que foram inicialmente desenvolvidos para diabetes tipo 2, diminuem o desejo das pessoas de comer, imitando um hormônio intestinal regulador do apetite. Com as pessoas comendo menos, Schneider disse que há uma abertura para produtos alimentícios, entre eles os suplementos para apoiar a perda de peso e garantir que as pessoas obtenham as vitaminas, minerais e outros nutrientes de que necessitam, mas que podem não mais obtê-los através dos alimentos.

Esses “produtos complementares” também poderiam ajudar a “limitar a perda de massa muscular magra” e garantir que o peso perdido não seja recuperado, disse Schneider.

Abordando as preocupações de que os medicamentos possam prejudicar os resultados da indústria alimentar, o executivo sublinhou que a maior parte do portfólio da Nestlé “não será afetada” pelo crescente quadro de medicamentos para perda de peso, uma vez que as pessoas continuarão a beber café e a alimentar os seus animais de estimação, dois dos maiores mercados de produtos da empresa. No entanto, ele disse que a Nestlé está observando “com atenção” para ver se seu uso crescente irá prejudicar a demanda por seus produtos alimentícios.

Os sucessos estelares de Wegovy e Ozempic – que demonstraram facilitar a perda de peso e podem proporcionar outros benefícios à saúde em áreas como doenças cardíacas e renais – transformaram a farmacêutica Novo Nordisk na empresa pública mais valiosa da Europa.

A companhia tem lutado para acompanhar a demanda e reconheceu que levará anos para conseguir isso. São provavelmente a vanguarda de uma onda iminente de tratamentos para perda de peso que poderão transformar os cuidados de saúde e ajudar a combater a obesidade, um dos problemas de saúde pública mais prementes da era moderna, que alimenta uma ampla variedade de outros problemas de saúde física e mental e tem também os efeitos socioeconômicos.

Analistas da indústria alertaram que o uso crescente de medicamentos para perda de peso como Wegovy e Ozempic – ambos nomes de marca de um medicamento chamado semaglutida – poderá obliterar a procura de produtos e serviços numa ampla variedade de indústrias, incluindo alimentação, fitness e medicina.

Em outubro, o presidente-executivo do Walmart, John Furner, disse que os medicamentos já parecem estar mudando a forma como os americanos compram, com um “ligeiro retrocesso na cesta geral”. Embora Furner tenha sublinhado que é demasiado cedo para tirar qualquer conclusão, a sua declaração pesou sobre as ações de outras empresas de alimentos e bebidas a nível mundial.

Com informações da Forbes Agro