João Pessoa 22.13ºC
Campina Grande 20.9ºC
Patos 20.49ºC
IBOVESPA 119137.86
Euro 5.7331
Dólar 5.4201
Peso 0.0059
Yuan 0.7471
Novo presidente da Embratur, Marcelo Freixo critica PSB e anuncia filiação ao PT
04/01/2023 / 09:19
Compartilhe:

Escolhido pelo governo de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) para presidir a Agência Brasileira de Promoção Internacional do Turismo (Embratur), o deputado federal Marcelo Freixo vai deixar o PSB para se filiar ao PT.

“Preciso estar num lugar que tenha construção partidária, coisa que não teve no PSB. Um lugar que tenha trabalho de base. Era o que eu queria fazer no PSB, mas não foi possível, não era esse o projeto”, afirmou Freixo em entrevista ao jornal O Globo. “Minha conversa com o PT é para fazer esse processo de formação política e construir uma frente democrática ampla liderada pelo partido onde eu possa ajudar”.

A carta de desfiliação foi entregue pessoalmente por Freixo ao presidente do PSB, Carlos Siqueira, no dia 30 de dezembro, após o anúncio da escalação final da Esplanada dos Ministérios do governo Lula.

O parlamentar também disse que a decisão para deixar o partido se deu ainda após a derrota na disputa para o governo do Rio de Janeiro, em outubro. Porém, para não passar a imagem de que estaria indo para o PT para “ganhar ministério”, decidiu esperar a transição ser concluída.

Freixo aponta uma série de “erros”, em sua avaliação, que motivaram sua saída do ex-partido. Entre eles está a decisão do PSB de não entrar na federação com o PT. A essa escolha ele atribui o encolhimento expressivo da bancada da sigla na Câmara, que vai cair de 32 para 14 deputados em 2023. “O PSB foi para um lugar em que eu não me enxergo mais”, resume o político que antes era filiado ao PSOL, onde fez a maior parte de sua carreira.

F5 com jornal O Globo