João Pessoa 23.13ºC
Campina Grande 20.9ºC
Patos 20.84ºC
IBOVESPA 119630.44
Euro 5.8347
Dólar 5.441
Peso 0.006
Yuan 0.7498
Operação autua mais dois novos estabelecimentos por despejo irregular de esgoto na orla de João Pessoa
14/05/2024 / 19:34
Compartilhe:
Sede da Sudema localizada em João Pessoa – Foto: Reprodução

Na manhã desta terça-feira (14), a Superintendência de Administração do Meio Ambiente (Sudema) confirmou a autuação de mais dois estabelecimentos por despejo irregular de esgoto na orla de João Pessoa. Os locais, ambos quiosques, foram flagrados lançando resíduos líquidos de forma inadequada na rede de coleta de esgoto.

Segundo a Sudema, os estabelecimentos foram não apenas autuados, mas também embargados até que resolvam o problema do despejo irregular. Além disso, receberam multas pela infração cometida.

Esses casos se somam a uma série de irregularidades identificadas nos últimos dias na orla da capital paraibana. Desde a última sexta-feira (10), sete estabelecimentos foram flagrados cometendo infrações semelhantes. Na segunda-feira (13), dois estabelecimentos foram autuados e embargados, enquanto outros dois receberam notificações por lançamento irregular de esgoto. Na sexta-feira anterior, três estabelecimentos na orla de Cabo Branco foram autuados, incluindo um restaurante e dois quiosques.

Leia também: Mais um estabelecimento é flagrado despejando esgoto no mar em João Pessoa

Bar do Cuscuz tem ligação clandestina de esgoto e dejetos são jogados no mar

O Portal F5 Online tentou entrar em contato com um dos estabelecimentos autuados pela Sudema, porém, até o momento, não obteve retorno. O outro local não possui canais de contato disponíveis.

Ministério Público abre inquérito para investigar despejo irregular

Diante dos recentes casos de poluição ambiental na orla de João Pessoa, o Ministério Público da Paraíba (MPPB) instaurou um inquérito civil para apurar a situação. A promotora Cláudia Cabral, responsável pela defesa do meio ambiente, destaca a necessidade de uma atuação mais rigorosa dos órgãos fiscalizadores e a responsabilização adequada dos estabelecimentos poluidores.

Receba as notícias do F5Online no WhatsApp