João Pessoa 25.13ºC
Campina Grande 22.9ºC
Patos 27.46ºC
IBOVESPA 121407.33
Euro 5.7563
Dólar 5.2964
Peso 0.0059
Yuan 0.7308
Operação no Complexo do Alemão deixa 18 mortos
22/07/2022 / 11:12
Compartilhe:

Representantes das secretarias de Polícia Civil e Polícia Militar confirmaram, na noite desta quinta-feira (21), que a ação das corporações no Complexo do Alemão, na Zona Norte, deixou 18 mortos – 16 suspeitos, além de um policial militar e de mulher atingida quando passava de carro.

Uma das vítimas foi identificada como Letícia Marinho Salles, de 50 anos. Moradora do Recreio, na zona oeste do Rio, ela foi baleada dentro do carro, que foi alvejado pela polícia, segundo familiares. O caso é investigado pela Polícia Civil.

A ação tinha como alvo uma quadrilha de roubo de veículos. Durante a coletiva, o subsecretário operacional da Polícia Civil, Ronaldo Oliveira, disse que preferia que “eles não tivessem reagido” e que a polícia tivesse “prendido os 15 ou 14” – foram confirmados os 16 suspeitos mortos logo depois.

A operação contou com a participação do Bope (Batalhão de Operações Policiais Especiais), da Core (Coordenadoria de Operações e Recursos Especiais) e da PRF (Polícia Rodoviária Federal) e mobilizou 400 policiais, 4 aeronaves e 10 veículos blindados.

A ação se torna a quarta operação policial mais letal da história do Rio. As duas primeiras também ocorreram durante o governo Cláudio Castro: as ações no Jacarezinho (28 mortos) e na Vila Cruzeiro (25 óbitos). A terceira mais letal foi em 2007, quando morreram 19 pessoas em uma ação na Baixada Fluminense.