João Pessoa 26.13ºC
Campina Grande 22.9ºC
Patos 32.33ºC
IBOVESPA 128117.13
Euro 5.8768
Dólar 5.403
Peso 0.0059
Yuan 0.7447
OPERAÇÃO RODOVIDA: PRF orienta os motociclistas sobre os riscos de transitar pelas passarelas de pedestre
21/01/2022 / 14:50
Compartilhe:

É essencial enxergar o pedestre como elemento formador do trânsito. Os índices de acidente de trânsito no Brasil nos mostram que os pedestres destacam-se como principais vítimas, e as passarelas foram criadas para trazer, aos menos protegidos, mais segurança na travessia de vias públicas de grande movimento.

Ocorre que, por muitas vezes, o pedestre tem que dividir o espaço das passarelas com ciclistas e motociclistas, e acaba por não usar aquela travessia que foi construída para sua maior segurança.

A Polícia Rodoviária Federal, rotineiramente, realiza fiscalizações nas proximidades das passarelas localizadas nas rodovias federais da Paraíba. O objetivo é coibir aquelas ações pelos motociclistas e evitar que acidentes aconteçam. É comum, motociclistas serem flagrados realizando a travessia da rodovia pelas passarelas, e afirmarem, na maioria das vezes, ter ciência que estão cometendo uma infração.

Na Paraíba, a PRF autuou no ano de 2021, 139 motociclistas que transitavam irregularmente pelas passarelas. A infração cometida por quem transita com o veículo em calçadas, passeios e passarelas destinadas a pedestres é gravíssima, no valor de R$880,41, gerando 7 (sete) pontos na Carteira Nacional de Habilitação.

É importante frisar que o ciclista, que desce da bicicleta e a empurra, é considerado pedestre. O mesmo não ocorre com o motociclista, que deve realizar os retornos em locais regulamentados para este fim.

A PRF intensifica as fiscalizações no entorno das passarelas, durante a Operação Rodovida que se estende até o mês de março desse ano. E orienta que o pedestre seja bastante atencioso ao se deslocar no trânsito, e que continue utilizando as passarelas para realizar as travessias de forma segura.

É preciso que os motociclistas respeitem à sinalização de trânsito para evitar acidentes e prezar pela sua integridade física e dos demais que utilizam as vias. A empatia e o respeito pela sua vida e pela vida dos outros, são essenciais para construir um trânsito mais seguro para todos.