João Pessoa 22.13ºC
Campina Grande 20.9ºC
Patos 19.52ºC
IBOVESPA 120767.19
Euro 5.7517
Dólar 5.353
Peso 0.006
Yuan 0.7386
OPERAÇÃO SOL NASCENTE: STJ mantém prisão de paraibano em show de Wesley Safadão
10/01/2023 / 19:52
Compartilhe:

A ministra presidente do Superior Tribunal de Justiça, Maria Thereza de Assis, negou pedido de habeas corpus de Jhonatan Ricarte Pereira, preso durante o show Garota VIP, do cantor Wesley Safadão, em São Paulo. O paraibano é acusado de atuar como traficante de drogas ligado a um dos principais líderes de uma quadrilha.

“Constata-se, desde logo, que a pretensão não pode ser acolhida por esta Corte Superior, pois a matéria não foi examinada pelo tribunal de origem, que ainda não julgou o mérito do writ originário”, disse a ministra.

A investigação apurou que Jhonatan transacionou imóvel com recursos sabidamente ilícitos. Também utilizou a conta bancária para movimentar valores do tráfico de drogas.

Segundo a Polícia Federal, nas redes sociais do suspeito há registros de uma vida de alto padrão (carros importados, lanchas, aviões, etc.), sem, em tese, possuir lastro financeiro para tal.

Operação Sol Nascente 

A Operação Sol Nascente foi deflagrada em novembro com o objetivo de desarticular organização criminosa especializada no tráfico interestadual de drogas, roubos e lavagem de dinheiro.

À época, foram expedidos 38 mandados pelo Juízo da Vara de Entorpecentes de Campina Grande/PB, nos estados de Paraíba, Amazonas, Pernambuco, Santa Catarina e Rio Grande do Norte, sendo 23 mandados de prisão, 30 de busca e apreensão e também foi decretado o bloqueio de mais de 170 contas.

No decorrer das apurações, a Polícia Federal descobriu que mais de R$ 500 milhões foi movimentado no período investigado e que parte destes valores estavam sendo lavados através da utilização de empresas com atuação em vários ramos. As contas bancárias utilizadas no esquema e o patrimônio identificados foram bloqueados por determinação judicial.