João Pessoa 23.13ºC
Campina Grande 19.9ºC
Patos 21.93ºC
IBOVESPA 129450.32
Euro 5.9986
Dólar 5.4901
Peso 0.0059
Yuan 0.7561
PADRE ZÉ: Terceira fase da operação Indignus mira empresas suspeitas de participação nos desvios
14/12/2023 / 07:36
Compartilhe:

Uma operação do Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado do Ministério Público da Paraíba (Gaeco/MPPB) cumpre, nesta quinta-feira (14), dez mandados judiciais de busca e apreensão expedidos pelo juízo de direito da 4ª Vara Criminal da Capital em endereços de seis investigados e quatro empresas, nas cidades de João Pessoa e Patos.

Trata-se da terceira fase da operação “Indignus”, que apura desvios de recursos no Hospital Padre Zé, em João Pessoa, durante a gestão do ex-diretor da unidade hospitalar, padre Egídio de Carvalho Neto.

Na força-tarefa de hoje, que também conta com a participação das polícia civil e militar, são investigados relatos de ilícitos relacionados a pagamento de propina, lavagem de dinheiro, desvio de finalidade e apropriação indébita, dentre outros crimes, de valores repassados majoritariamente pelos cofres públicos ao Instituto São José, ao Hospital Padre Zé e à Ação Social Arquidiocesana/ASA.

Um dos mandados está sendo cumprido no endereço de um distribuidora de alimentos (São Sebastião) situada no bairro de Miramar, em João Pessoa. A empresa fornecia alimentos a um projeto de ação social do Padre Zé, intitulado “Prato Cheio”.