João Pessoa 24.13ºC
Campina Grande 20.9ºC
Patos 23ºC
IBOVESPA 127108.22
Euro 5.8968
Dólar 5.4177
Peso 0.006
Yuan 0.7447
Pagamento da segunda parcela do 13º salário deve ser feita até esta quarta-feira
19/12/2023 / 12:35
Compartilhe:

Termina nesta quarta-feira (20/12) o prazo para pagamento da segunda parcela do 13º salário aos trabalhadores com carteira assinada.

Segundo estimativas do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), o salário extra injetará R$ 291 bilhões na economia. Em 2023, cerca de 87,7 milhões de brasileiros serão contemplados com o rendimento adicional de, uma média de R$ 3.057. A data limite para o pagamento da 1ª parcela ou depósito único se encerrou no dia 30 de novembro.

Essas datas, no entanto, valem apenas para os trabalhadores na ativa. Como nos últimos anos o décimo terceiro dos aposentados e pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) foi antecipado, a primeira parcela foi paga entre 25 de maio e 8 de junho e a segunda foi depositada de 26 de junho a 7 de julho.

Conforme a Lei 4.090/1962, têm direito ao décimo terceiro aposentados, pensionistas e quem trabalhou com carteira assinada por pelo menos 15 dias. Dessa forma, o mês em que o empregado tiver trabalhado 15 dias ou mais será contado como mês inteiro, com pagamento integral da gratificação correspondente àquele mês.

Trabalhadores em licença maternidade e afastados por doença ou por acidente também recebem o benefício. No caso de demissão sem justa causa, o décimo terceiro deve ser calculado proporcionalmente ao período trabalhado e pago junto com a rescisão. No entanto, o trabalhador perde o benefício se for dispensado com justa causa.

O décimo terceiro salário só será pago integralmente a quem trabalha há pelo menos 1 ano na mesma empresa. Quem trabalhou menos tempo receberá proporcionalmente.

Especialistas orientam que, caso o empregador não efetue o pagamento até a data limite, o trabalhador deve procurar o RH da empresa, as Superintendências do Trabalho ou as Gerências do Trabalho, ou ainda o Ministério Público do Trabalho (MPT) para fazer uma reclamação.

Saiba quem tem direito ao benefício:

  • Todo trabalhador em regime previsto na Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) que atuou por 15 dias ou mais durante o ano e que não tenha sido demitido por justa causa tem direito à gratificação;
  • Trabalhadores com carteira assinada e servidores públicos, conforme garante a Constituição Federal;
  • Aposentados e pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS): neste ano, o Governo Federal antecipou o pagamento para ambos os grupos, que receberam em maio e junho;
  • Pensionistas;
  • Trabalhadores rurais;
  • Trabalhadores avulsos (que prestam serviços sem vínculo empregatício e com a intermediação de um sindicato);
  • Trabalhadores domésticos.