João Pessoa 23.13ºC
Campina Grande 20.9ºC
Patos 21.97ºC
IBOVESPA 121341.13
Euro 5.8132
Dólar 5.4301
Peso 0.006
Yuan 0.748
Paraíba poderá testemunhar Eclipse Lunar parcial neste sábado (28)
28/10/2023 / 08:05
Compartilhe:

Neste sábado, dia 28 de outubro, os amantes da astronomia terão a oportunidade de testemunhar um espetáculo celestial raro – um eclipse lunar parcial. De acordo com o Observatório Nacional, este evento está sendo considerado o maior eclipse lunar até 2025, e poderá ser observado em diversas regiões do país, incluindo a Paraíba.

Diferentemente dos eclipses solares, nos quais é estritamente proibido olhar diretamente para o Sol sem proteção adequada, os eclipses lunares permitem que os observadores olhem diretamente para o satélite da Terra, a Lua.

Onde será possível ver o eclipse lunar?

De acordo com o portal “Time and Date”, este eclipse lunar parcial poderá ser apreciado em uma vasta área geográfica, abrangendo a Europa, Ásia, Austrália, América do Norte, grande parte da América do Sul, Pacífico, Atlântico, Oceano Índico, Ártico e Antártica.

Eclipse lunar no Brasil

No Brasil, a maior parte do fenômeno ocorrerá durante a fase penumbral, quando a Lua estará parcialmente coberta pela sombra mais clara da Terra. Isso significa que as mudanças na coloração da Lua serão sutis e pouco perceptíveis a olho nu.

Entretanto, em alguns locais do leste do país, como Paraíba, Minas Gerais, Bahia, Maranhão e Piauí, os observadores terão a chance de testemunhar o eclipse lunar parcial, no qual a Lua será coberta por uma parte da sombra mais escura da Terra.

O que é um eclipse lunar?

Um eclipse lunar ocorre quando o Sol, a Terra e a Lua se alinham no espaço, e a sombra da Terra é projetada na Lua. Existem dois tipos de sombras envolvidos: a penumbra, que é uma sombra mais clara que ainda recebe luminosidade solar, e a umbra, uma sombra escura totalmente isenta de luz solar.

Neste sábado, a Lua entrará totalmente na penumbra, porém apenas 6% de sua superfície será coberta pela umbra, resultando em uma pequena porção do satélite lunar que ficará “mordida”.

F5online com PortalT5