João Pessoa 30.13ºC
Campina Grande 26.9ºC
Patos 28.51ºC
IBOVESPA 128150.71
Euro 5.5439
Dólar 5.1031
Peso 0.0058
Yuan 0.7064
PESQUISA F5 ONLINE/IP4: Estudantes da rede pública e privada avaliam como positiva aula remota durante pandemia
12/06/2022 / 10:26
Compartilhe:

A área da educação foi uma das que mais demorou a retomar as atividades presenciais durante a situação de pandemia no País. O ensino remoto foi a alternativa para minimizar os prejuízos na formação de estudantes de todos os níveis de ensino. O ano letivo cumprido a distância trouxe algumas inseguranças quanto ao desempenho dos professores, as exigências técnicas para realização das aulas e, o principal, o rendimento pedagógico. Será que houve saldo positivo nesse processo?

Esse foi um dos questionamentos levantados na pesquisa F5 Online/IP4 através do projeto Bússola.

De acordo com os dados obtidos, 68,4% dos estudantes da rede pública de ensino avaliaram como positivo os recursos (computador, tablet e celular) utilizados em casa para realização das aulas remotas. Avaliaram como regular 24,6% e apenas 7,1% consideraram negativo. A realidade de estudantes da rede privada apresenta um resultado mais positivo para o mesmo quesito. 93,8% consideram positivo, sendo 4,2% regular e negativo apenas 2%.

No que se refere ao sinal da internet disponível em casa, 77,2% dos estudantes da rede pública avaliaram como positivo, 15,8% consideraram regular e 7% não correspondeu as expectativas.

O percentual positivo é superior nas escolas privadas (95,8%) em relação a rede pública. Consideram regular 3,1% e apenas 1% avaliaram como negativa o sinal da internet.

PESQUISA-F5 ONLINE/IP4

No geral, ter uma pessoa em casa para acompanhar as crianças nas aulas remotas não foi uma condição negativa para maioria dos pais. De acordo com o levantamento 82,3% avaliaram como positivo, 12,5% como regular e apenas 5,3% consideraram uma situação negativa.

PESQUISA-F5 ONLINE/IP4

Se considerar apenas as crianças matriculadas na rede pública de ensino o percentual positivo cai para 68,5% e na rede privada eleva para 90,7%. A avaliação negativa chega a 10,6% e 2%, respectivamente.

Adaptação de professores no ensino remoto

Em relação a adaptação dos professores quanto a modalidade de ensino remoto didática nas aulas a distância, a avaliação dos estudantes chega, no geral, a 73,2% como positivo, 17% regular e negativo apenas 9,8%. Com base nos educadores das escolas públicas o saldo negativo sobe para 22,8% de alunos insatisfeitos com as práticas pedagógicas durante o ensino remoto. Já em relação as escolas privadas, apenas 2% consideraram negativa a adaptação do professor, 86,4% consideram positivo e 11,4% como regular.

PESQUISA-F5 ONLINE/IP4