João Pessoa 26.13ºC
Campina Grande 25.9ºC
Patos 35.19ºC
IBOVESPA 127411.55
Euro 5.571
Dólar 5.15
Peso 0.0058
Yuan 0.7109
PF cumpre mandados contra empresários bolsonaristas em 5 estados
23/08/2022 / 09:49
Compartilhe:

Um grupo de oito empresários apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (PL) está sendo alvo, nesta terça-feira (23), de operação da Polícia Federal por terem defendido um golpe de Estado caso o ex-presidente Lula (PT) vença Bolsonaro nas eleições de outubro. O caso foi revelado pelo portal Metrópoles.

Entre os investigados estão Luciano Hang (Havan), José Isaac Peres (rede de shopping Multiplan), Ivan Wrobel (Construtora W3), José Koury (Barra World Shopping), André Tissot (Grupo Serra), Meyer Nigri (Tecnisa), Marco Aurélio Raimundo (Mormai) e Afrânio Barreira (Grupo Coco Bambu).

Os mandados de busca e apreensão foram autorizados na sexta-feira (19) pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, e são cumpridos nos endereços dos empresários nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Ceará.

Além das buscas, Moraes autorizou que eles sejam ouvidos pela Polícia Federal, bem como o bloqueio de contas bancárias e a quebra de sigilo financeiro.

A reportagem do portal Metrópoles revelou que o grupo citado passou a defender abertamente, em grupo de WhatsApp, um golpe de Estado caso Lula seja eleito em outubro. Além da incitação a um golpe, conversas obtidas pelo colunista Guilherme Amado mostram ataques ao Supremo Tribunal Federal (STF), ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e à pessoas ou instituições que se oponham ao presidente da República. Os empresários negam as acusações sobre pregarem uma ruptura institucional.