João Pessoa 28.13ºC
Campina Grande 25.9ºC
Patos 32.17ºC
IBOVESPA 119587.53
Euro 5.824
Dólar 5.4264
Peso 0.006
Yuan 0.7479
PGR recorre de decisão que mandou ação contra Ricardo para Justiça Eleitoral
02/07/2022 / 10:51
Compartilhe:

A Procuradoria-Geral da Republica recorreu, nessa quinta-feira (30), da decisão proferida no início da semana pelo ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), que terminou o envio do principal processo da Operação Calvário contra o ex-governador Ricardo Coutinho (PT) para o Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB).

A decisão tomada por Gilmar fez com que outros investigados pedissem a extensão do benefício. Os pleitos ainda não foram analisados pelo ministro.

No recurso, que o Portal F5  teve acesso, a sub-procuradora-geral da República, Cláudia Sampaio Marques, volta a apontar que a falta de justificativa para que o processo tramite no TRE. Na visão da procuradora, a denúncia apresentada contra Coutinho envolve crimes de organização criminosa.

Veja recurso na íntegra

“A descrição feita na denúncia evidenciou que a Organização Criminosa, que começou a se constituir em 2010, não foi estruturada para fins eleitorais. Muito longe disso, o objetivo era enriquecer os seus integrantes às custas do Estado e do dinheiro público. O objetivo maior era o de manter os integrantes do grupo no poder por longo período para, mediante a celebração de contratos superfaturados nas áreas de saúde e de educação e, também, por meio de atos de corrupção, propiciar a todos ganhos indevidos”, diz Sampaio.

Em nota divulgada nessa semana, a defesa de Ricardo Coutinho celebrou a decisão de Gilmar Mendes.

“Hoje a Justiça deu mais um passo importante, não só para o resgate da imagem e história de Ricardo Coutinho com a Paraíba, mas também para a proteção do direito de defesa e preservação do devido processo legal”, diz o texto.

F5 Online com informações do MaisPB