23.1 C
João Pessoa
20.9 C
Campina Grande
11.5 C
Brasília

PoderData mostra aumento na taxa de desaprovação do governo Bolsonaro; veja os números

Taxas variaram na margem de erro, mas com movimento negativo para o Planalto

O governo do presidente Jair Bolsonaro (PL) é desaprovado por 56% da população brasileira, mostra pesquisa PoderData realizada de 8 a 10 de maio de 2022. Essa taxa oscilou 2 pontos percentuais para cima desde o último levantamento, realizado 15 dias antes.

A aprovação à gestão bolsonarista está agora em 36% –numa variação de 2 pontos percentuais para baixo em duas semanas. Há ainda 8% que não souberam responder à pergunta.

Leia Também

As oscilações registradas nesta rodada da pesquisa foram todas dentro da margem de erro do estudo, de 2 pontos percentuais para mais ou para menos, mas com movimento negativo para o Palácio do Planalto.

A desaprovação vem oscilando na faixa de 53% a 61% desde janeiro deste ano. A aprovação, vem variando de 31% a 38%.

A diferença entre a aprovação e desaprovação está agora em 20 pontos percentuais, 4 pontos a mais que na rodada de 15 dias antes e a mesma de 1 mês atrás. Essa distância já foi de 36 pontos, na passagem de agosto para setembro.

A pesquisa foi realizada pelo PoderData, empresa do grupo Poder360 Jornalismo, com recursos próprios. Os dados foram coletados de 8 a 10 de maio de 2022, por meio de ligações para celulares e telefones fixos. Foram 3.000 entrevistas em 288 municípios nas 27 unidades da Federação. A margem de erro é de 2 pontos percentuais. O intervalo de confiança é de 95%. O registro no TSE é BR-08423/2022.

Para chegar a 3.000 entrevistas que preencham proporcionalmente (conforme aparecem na sociedade) os grupos por sexo, idade, renda, escolaridade e localização geográfica, o PoderData faz dezenas de milhares de telefonemas. Muitas vezes, são mais de 100 mil ligações até que sejam encontrados os entrevistados que representem de forma fiel o conjunto da população.

DESTAQUES DEMOGRÁFICOS

O Poder360 destaca os seguintes recortes da pesquisa:

  • idade – no grupo dos idosos (+ 60 anos), 42% aprovam o governo;
  • escolaridade – 63% dos que cursaram até o ensino fundamental desaprovam o governo;
  • região – os que moram no Norte (46%) e Centro-Oeste (44%) são os que mais aprovam o governo; no Nordeste, a desaprovação é de 59%.

TRABALHO DE BOLSONARO

O PoderData também perguntou aos entrevistados sobre a avaliação do trabalho de Jair Bolsonaro. Para 53%, o presidente é “ruim” ou “péssimo”, enquanto 28% o consideram “ótimo” ou “bom”. Outros 16% o acham “regular”.

Na rodada passada, de duas semanas antes, essas taxas eram de 50%, 28% e 20%, respectivamente.

A taxa “bom/ótimo” de Bolsonaro vinha oscilando para cima, de dezembro de 2021 até o fim de fevereiro de 2022. O movimento favorável foi interrompido em meados de março, quando a curva variou de 30% para 27%. Desde então, a curva se mantém entre 27% e 29%.

A pergunta sobre avaliação de governo com 5 opções (ótimo, bom, regular, ruim ou péssimo) é uma idiossincrasia brasileira. No país onde mais se faz pesquisa com a população, os Estados Unidos, há décadas só se usa a pergunta mais direta e que dá só duas opções de resposta (aprova ou desaprova).

Uma parcela dos que preferem responder “regular” (quando há essa opção) pode aprovar ou desaprovar o governante ou o governo, mas tudo fica numa área cinzenta.

Com o resultado, a diferença entre os que acham o trabalho de Bolsonaro “ruim” ou “péssimo” e o avaliam como “ótimo” ou “bom” é de 25 pontos percentuais. Há 15 dias, era de 22 pontos. A maior distância foi 35 p.p, em novembro de 2021.

DESTAQUES DEMOGRÁFICOS

Leia os recortes por sexo, idade, região, nível de instrução e renda:

Poder 360

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

#PUBLICIDADE#

Mais Lidas

15 possíveis temas de redação para o Enem 2022

O Portal Nacional da Educação divulgou uma lista com os possíveis temas de redação para as provas do Exame...

DATAVOX: João Azevêdo lidera com 40,7% das intenções de voto na 1ª pesquisa para governo da PB em 2022

Realizada em parceria entre o Instituto Datavox e o portal PB Agora, a pesquisa aponta o deputado federal Pedro Cunha Lima (PSDB) em segundo lugar, com 14,2%. Em seguida vem o senador Veneziano Vital (MDB), com 6,6%, o ex-prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PT) com 5,9%, Nilvan Ferreira (PTB) com 3,2% e a vice-governadora do estado, Lígia Feliciano (PDT) com 1%. Indecisos somam 20,3%, enquanto brancos e nulos representam 8,1%.

Pastor da primeira-dama Michelle Bolsonaro declara apoio a Sérgio Queiroz

O pré-candidato ao Senado pelo PRTB, Sérgio Queiroz, recebeu mais um apoio nacional. O pastor da primeira dama do Brasil, Michelle Bolsonaro, Josué Valandro...

7 carros que serão lançados no Brasil ainda em 2022

Mesmo com restrições causadas pela pandemia, 2021 teve lançamentos “de peso” ao longo do ano, como os SUVs Fiat Pulse, Toyota Corolla Cross, Jeep...

Juliette vira personagem de jogo online desenvolvido por estudante paraibano

“Tenho trabalhado cerca de 6 horas por dia no jogo, todos os dias. Criando o conceito, desenhos, animações, programação e gravando, editando pra postar no Instagram. [Na vida real] é lógico que ela vai sair campeã da casa, a quantidade de cactos [apelido dos fãs da participante] só vai aumentar e ela vai continuar sendo o fenômeno que é, mesmo após o fim do programa”, explica o estudante. 
#PUBLICIDADE#

ACHAMOS QUE VOCÊ VAI GOSTAR

#PUBLICIDADE#