João Pessoa 23.13ºC
Campina Grande 20.9ºC
Patos 21.9ºC
IBOVESPA 124305.57
Euro 5.6025
Dólar 5.1645
Peso 0.0058
Yuan 0.7135
Primeira morte por dengue na Paraíba em 2024 é confirmada pela Secretaria de Saúde
15/02/2024 / 07:08 / Redação
Compartilhe:
Confirmada primeira morte por dengue na Paraíba em 2024 – Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

A Paraíba confirmou a primeira morte provocada por dengue em 2024. Trata-se de uma pessoa de 24 anos, da cidade de Camalaú, na região do Cariri.

Um caso de possível morte por chikungunya está sendo investigado.

A Secretaria de Estado da Saúde (SES), por meio do Núcleo de Imunizações, recebeu na segunda-feira (12) o primeiro lote da vacina contra a dengue (Qdenga) com 37.040 doses do Ministério da Saúde (MS). As doses serão distribuídas pela SES nesta quinta-feira (15/2) para a 1ª região de saúde, composta pelas cidades de João Pessoa, Santa Rita, Cabedelo, Bayeux, Conde, Caaporã, Sapé, Alhandra, Pitimbu, Cruz do Espírito Santo, Lucena, Mari, Riachão do Poço e Sobrado.

A população alvo para a vacinação são crianças e adolescentes entre 10 e 14 anos, cuja faixa etária tem alto número de hospitalização por dengue. O esquema será de duas doses com intervalo de três meses entre elas.

De acordo com a chefe do Núcleo de Imunizações da SES, Márcia Mayara, a vacinação vai beneficiar 92.380 crianças e adolescentes de 10 a 14 anos na Paraíba.

“A vacina protege contra a dengue causada pelos sorotipos 1, 2, 3 e 4 do vírus Aedes aegypti e na 1ª região de saúde já vamos iniciar a vacinação com todo o público da faixa etária de 10 a 14 anos. Os critérios para a escolha das localidades foram porte populacional, número de casos de dengue nos últimos 10 anos e o número de casos de dengue tipo 2 nesses lugares”, explicou.

Segundo a Secretaria de Saúde, caso a criança ou adolescente tenha sido diagnosticado com dengue, é necessário aguardar seis meses para iniciar o esquema vacinal. Três meses depois da primeira aplicação do imunizante, será hora de receber a segunda dose.

A vacina contra a dengue foi incorporada no Programa Nacional de Imunizações (PNI) e com essa iniciativa o Brasil se torna o primeiro país do mundo a oferecer o imunizante no sistema público de saúde.

Publicado por Matheus Melo*