João Pessoa 26.13ºC
Campina Grande 22.9ºC
Patos 23.98ºC
IBOVESPA 125946.09
Euro 5.4435
Dólar 5.1177
Peso 0.0059
Yuan 0.7071
Quais os melhores tipos de máscaras protetoras?
01/10/2022 / 09:17
Compartilhe:

Desde o início da pandemia, as máscaras de proteção tornaram-se um item indispensável para evitar o contágio pelo vírus. No entanto, com a grande variedade de máscaras disponíveis no mercado, fica a dúvida: qual é a melhor máscara para se proteger contra o Covid-19? 

Neste artigo, vamos analisar as principais características das máscaras de proteção e quais são as melhores opções para se prevenir contra o Covid-19.

Qual é a máscara mais segura para se proteger da COVID-19?

Não há uma máscara 100% segura contra todos os tipos de vírus. A melhor maneira de evitar o vírus Covid-19 é evitar o contato com pessoas infectadas. No entanto, isto nem sempre é possível. Nestes casos, as melhores máscaras para proteção contra o Covid-19 são aquelas com certificação N95, que foram especialmente projetadas para proteção respiratória. 

O N95 é um sistema de classificação para equipamentos de proteção individual. Este é um padrão para dispositivos de proteção respiratória (RPDs) como máscaras. Estas normas são estabelecidas pela Associação Nacional de Higiene Industrial (NIHA). A certificação N95 significa que a máscara bloqueará a passagem de 95% das partículas infecciosas (como o vírus COVID-19). Isto significa que a máscara não garantirá proteção total contra o vírus, mas reduz muito o risco de infecção.

Qual é o propósito de usar uma máscara de proteção pessoal?

As máscaras de proteção são usadas para impedir a transmissão de doenças respiratórias, como a gripe, de uma pessoa para outra. Elas também são eficazes na prevenção da transmissão do vírus da imunodeficiência humana (HIV) e outros vírus que podem ser transmitidos pelo ar.

Ficou amplamente difundida também na proteção contra o contágio pelo novo coronavírus. Pois impedem que as gotículas expelidas pelo nariz ou pela boca atinjam outras pessoas. 

O vírus pode ser muito contagioso e pode ser transmitido através do contato direto com os fluidos ou objetos da pessoa que estão contaminados pelo vírus. Por exemplo, mãos contaminadas com o vírus podem facilmente propagar a doença para outras pessoas. Portanto, é muito importante usar uma máscara quando se entra em contato direto com uma pessoa infectada. 

Quais modelos de máscara são os mais seguros contra o coronavírus?

A classificação N95 é a principal característica que indica o quão eficaz a máscara é contra o vírus. Mas também tem outros modelos de máscaras que são amplamente usados, mas é preciso atenção e entender as diferenças. Abaixo vamos explicar cada uma delas: 

Máscara N95 (ou PFF2)

N95 é um sistema de classificação utilizado para medir a eficácia de uma máscara no bloqueio de partículas infecciosas. Quanto mais alta a classificação, melhor é a filtragem das partículas. – Uma máscara com classificação N95 pode ser usada para proteger contra o vírus COVID-19, bem como outras doenças infecciosas.

Uma máscara N95 é um tipo que se ajusta hermeticamente ao rosto e filtra pelo menos as partículas suspensas no ar, incluindo bactérias e vírus. As máscaras são normalmente fabricadas com tecido de polipropileno non-woven, que é altamente eficaz na captura de partículas suspensas no ar. Elas também são equipadas com uma válvula exalatória que permite ao usuário respirar sem entrar em contato com as partículas suspensas no ar.

Máscara cirúrgica

As máscaras cirúrgicas são projetadas para evitar que você entre em contato direto com as gotículas expelidas pelo paciente durante a tosse ou espirro. Essa máscara não tem uma classificação N95.

Entretanto, é uma boa primeira linha de defesa para os pacientes que não estão tossindo ou espirrando. Estas máscaras são geralmente mais finas que as máscaras respiratórias ou N95 e são feitas de papel ou tecido. Elas vêm em diferentes formas e tamanhos e são muito baratas, o que as torna o tipo de máscara mais comum nos hospitais. A única desvantagem dessas máscaras é que elas não são muito eficazes no bloqueio de partículas infecciosas.

Máscara com três camadas de proteção

Uma máscara com três camadas de proteção, popularmente conhecida como Máscara Tripla, utiliza dois tipos diferentes de materiais. A primeira é um tecido de algodão que protege o rosto do ambiente externo, formando uma barreira contra o vapor e as partículas de poeira. 

A segunda camada é uma película de polietileno que protege o tecido de algodão dos líquidos que potencialmente poderiam passar através do tecido. Este tipo de máscara é muito eficaz contra a COVID-19, assim como contra outros vírus e bactérias. 

Também é recomendada para pessoas que estão em contato direto com os pacientes e correm um alto risco de infecção. Esta máscara pode ser usada em situações mais extremas, como durante furacões, inundações ou terremotos, quando há risco de ser contaminada por água de inundação. A única desvantagem dessas máscaras é que são mais caras e mais pesadas que as outras.

Qual é o melhor tecido para uma máscara de proteção?

Existem diversos tipos de tecido que podem ser usados para confeccionar uma máscara, mas nem todos eles oferecem a mesma proteção. Um dos tecidos mais indicados pelos especialistas é o algodão, pois ele tem a capacidade de filtrar as partículas do ar com maior eficiência.

Outro tecido que também é bastante eficaz na proteção contra o Covid-19 é a lã, pois ela tem um poder de filtragem superior ao do algodão. No entanto, é importante destacar que a lã pode causar alergias em algumas pessoas, portanto, é importante testar o tecido antes de usá-lo.

Enquanto os tecidos mencionados acima são os mais indicados para confeccionar uma máscara protetora, existem outros que também podem ser usados como opções alternativas. Alguns exemplos são o poliéster, o nylon e a seda. No entanto, é importante lembrar que esses tecidos não oferecem a mesma proteção contra o Covid que os tecidos mencionados anteriormente.

O que é uma Máscara M85?

As máscaras M85 são máscaras respiratórias que têm uma classificação muito alta. Esta máscara pode ser usada em quase todas as ocasiões, exceto quando você está em contato direto com pacientes com doenças hemorrágicas. As máscaras M85 são usadas em hospitais e outros ambientes de saúde onde a prevenção de infecções é crítica. As máscaras M85 são muito eficientes no bloqueio de partículas infecciosas como o vírus COVID-19. 

Elas são leves, têm uma ampla vedação facial e são confortáveis de usar. A única desvantagem é que elas são mais caras do que outras máscaras respiratórias. As máscaras M85 podem ser usadas por longos períodos de tempo sem causar qualquer desconforto. Entretanto, é recomendável trocar a máscara a cada oito horas. Isto porque a máscara pode começar a repelir o vírus COVID-19 após algum tempo e perder sua eficácia.

Principais precauções antes de comprar uma máscara protetora:

É um item que está ligado diretamente a proteção individual e é necessário tomar cuidados específicos antes de comprar, veja quais são abaixo:

  • Certifique-se de que a máscara tenha uma alta classificação N95 para que possa protegê-lo tanto do vírus COVID-19 quanto de outras doenças infecciosas.
  • Procure uma máscara que seja leve, confortável e fácil de usar. 
  • Escolha uma máscara com uma ampla vedação facial que cubra o nariz e a boca e mantenha o vírus fora de seu trato respiratório. 
  • Evite máscaras com uma baixa classificação PFF que não oferecem uma boa proteção contra o vírus. – Evite máscaras com uma quantidade excessiva de produtos químicos, corantes ou perfumes, pois estes podem causar irritações na pele.

Como usar a máscara corretamente?

É fundamental que se use corretamente a máscara para que ela cumpra a sua função de proteção de forma eficaz. Veja a seguir o passo a passo correto de como usar:

  1. Lave as mãos antes de tocar na máscara. Isso evita que você transfira sujeira ou bactérias para a máscara.
  2. Verifique se a máscara está bem ajustada sobre o nariz e a boca. Precisa estar justo ao rosto, sem folgas.
  3. Evite tocar na máscara enquanto ela estiver sendo usada. 
  4. Se precisar tocá-la, pegue pelo elástico e lave as mãos imediatamente antes e depois.
  5. Troque sua máscara regularmente, especialmente se ela estiver úmida ou suja.