João Pessoa 24.13ºC
Campina Grande 21.9ºC
Patos 22.41ºC
IBOVESPA 124305.57
Euro 5.5522
Dólar 5.1707
Peso 0.0058
Yuan 0.7138
Ruartes identifica 100 crianças em situação de vulnerabilidade nas ruas de João Pessoa
01/05/2021 / 17:28
Compartilhe:

Aproximadamente 100 crianças e adolescentes estão nas ruas da cidade de João Pessoa em situação de vulnerabilidade social e exploração de trabalho infantil, em semáforos, portas de lojas e supermercados. As informações vêm de dados coletados pela equipe do Serviço Especializado de Abordagem Social (Ruartes), da Secretaria de Direitos Humanos e Cidadania de João Pessoa, nos meses de janeiro, fevereiro e março de 2021.

Para dar apoio às famílias e retirar as crianças das ruas, além de cadastrar os menores, as equipes do município encaminham as pessoas para os serviços de assistência social oferecidos na rede.

“Nosso trabalho de coleta de dados é diário. Esse número poderia ser um pouco maior levando em conta que cerca de 15 a 20 crianças se escondem, fogem quando nossa equipe chega para coletar os dados”, disse Maria do Amparo dos Santos, coordenadora do programa Ruartes.

Segundo Maria, são crianças de 0 a 12 anos e adolescentes. “Quase sempre estão acompanhados por um adulto, que observa de longe, enquanto eles pedem dinheiro nas portas de lojas, vendem balas ou circulam entre os carros nos semáforos pedindo dinheiro aos motoristas”, disse.

Ela analisa que o cenário social promovido pela pandemia agravou a situação com o aumento do desemprego no país. “Nós sempre mantemos o dialogo com os pais e orientamos a não trazerem as crianças para os locais de mendicância para não deixá-las expostas ao sol, chuva ou acidentes de trânsito, mas eles sempre trazem e usam as crianças para tentar sensibilizar as pessoas. Já tivemos um caso de uma mulher com um bebê de apenas 20 dias”, lamentou.

Após a abordagem das crianças e adolescentes nas ruas, as equipes do Ruartes encaminham os casos aos Conselhos Tutelares da Capital. Em situações em que a família não tem moradia, o Ruartes encaminha para o acolhimento na Casa de Passagem da Família da Prefeitura de João Pessoa.