João Pessoa 25.13ºC
Campina Grande 21.9ºC
Patos 23.07ºC
IBOVESPA 124305.57
Euro 5.5522
Dólar 5.1707
Peso 0.0058
Yuan 0.7139
Saiba como ter uma alimentação saudável e economizar
09/11/2022 / 15:41
Compartilhe:

Cuidar da saúde está cada dia mais comum. Mas como fazer isso de uma forma barata? Selecionamos dicas para você comer bem sem gastar muito

 

A preocupação com a saúde tem sido um assunto em alta. Ainda bem! Além da prática de exercícios físicos, o cuidado com a alimentação é uma tática bastante bem-vinda para que a saúde esteja cada vez mais em dia. E o melhor: comer saudável pode ser econômico. 

Seja preparando o seu próprio alimento, seja trazendo mais sucos naturais para o dia a dia no lugar do refrigerante, fato é que comer melhor pode ser bem mais prático, saudável e barato do que se pensa.

Selecionamos, a seguir, alguns motivos para você trazer uma alimentação saudável para o dia a dia, dicas para sua alimentação ser mais saudável e como fazer isso sem gastar muito. Confira:

Por que ter uma alimentação mais saudável?

Manter uma alimentação desregrada está associada a uma série de doenças crônicas e que, a longo prazo, acarretam malefícios ao corpo. Entre elas, destacam-se a obesidade, o câncer, a diabetes e a hipertensão.

Dados da Associação dos Fabricantes de Refrigerantes do Brasil, demonstram um aumento no consumo da quantidade de refrigerante por pessoa. Atualmente, o país é o décimo maior mercado no mundo, consumindo cerca de 114,6 litros por ano.

Por isso, incorporar uma dieta equilibrada e saudável ao cotidiano evita o avanço ou mesmo a piora desses quadros para quem já tem propensão ao seu desenvolvimento. 

Cozinhe as próprias refeições

Um dos principais passos para tornar a sua alimentação mais saudável no dia a dia é evitar  comer fora ou comprar comida pronta. 

Para isso, tente cozinhar o que você vai consumir no café da manhã, no almoço, no jantar e nos lanches do dia. Assim, você consegue trazer mais alimentos ricos em valores nutricionais à dieta cotidiana e também evita gastar dinheiro em restaurantes ou comprando comida pronta.

Planeje as refeições

No momento em que for montar o seu cardápio diversificado, planeje sempre o que vai consumir ao longo da semana ou do mês.

Uma dica é preparar as refeições em dias estratégicos: use um dia do fim de semana para cozinhar aquilo que for comer na semana seguinte. 

Por exemplo: reserve o domingo ou o sábado para pensar (e preparar) o que vai comer na segunda, terça, quarta-feira e assim por diante. Se não conseguir fazer isso para a semana inteira, tente, pelo menos, parar um dia da semana para preparar as refeições para os próximos dois ou três dias da semana.

Coma muito

Sim, parece contraditório, mas comer bastante tem tudo a ver com uma alimentação saudável. A questão aqui está na qualidade e na quantidade dos alimentos ingeridos.

Tente fazer de quatro a seis refeições por dia (três refeições principais e lanches entre elas) para que você não evite picos de fome e acabe comendo tudo o que vê pela frente. Nesses momentos, priorize alimentos preparados em casa, como saladas, proteínas, carboidratos e demais nutrientes sempre em equilíbrio. 

Frutas e vegetais da estação

Aumentar o consumo de frutas e vegetais é uma excelente ideia para deixar sua alimentação mais rica em sais minerais, vitaminas e fibras – importantes para o fluxo intestinal.

As frutas podem ser consumidas in natura, levando em conta, sempre, as chamadas “frutas da estação” – aquelas que estão em época de colheita e que costumam estar mais baratas. 

A mesma tática de compra pode ser feita com os vegetais, que variam de preço e qualidade conforme a safra.

Evite refrigerantes

Hidratar-se é importante para qualquer ser vivo. Mas é importante atentar-se com o tipo de bebida usada para repor os líquidos do corpo.

O consumo de refrigerantes, por exemplo, não é indicado para quem deseja manter uma alimentação saudável. Procure substituir a bebida por sucos naturais de frutas formulados sem aditivos, corantes ou aromas artificiais.