João Pessoa 24.13ºC
Campina Grande 21.9ºC
Patos 22.05ºC
IBOVESPA 121802.06
Euro 5.6812
Dólar 5.2896
Peso 0.0058
Yuan 0.7301
Secretaria de Educação avalia alunos da rede municipal de Ensino de Pedras de Fogo
28/06/2023 / 12:19
Compartilhe:

A prefeitura de Pedras de Fogo, por meio da secretaria de Educação, está aplicando a segunda avaliação diagnóstica para todos os alunos do 1º ao 9º ano nas disciplinas de língua portuguesa e matemática na rede municipal de ensino. A ação atende cinco mil alunos. “Estamos comprometidos em oferecer uma educação de qualidade em nossa cidade. Juntos, construiremos uma base sólida para o desenvolvimento de nossas crianças, adolescentes, jovens e adultos”, declarou o prefeito Ba Barros.

 

As avaliações, que acontecem até esta quarta-feira (28), foram elaboradas por técnicos do IREC/Integração das Redes de Ensino para Cidadania, composto por professores da UFPB, UEPB E UFCG que mensalmente ministram formação continuada para os quase 400 professores da rede municipal.

O secretário de Educação, Olimpíades Queiroz, destaca que a ação é de extrema importância por vários fatores, conforme relacionado abaixo:

Medição do progresso: A segunda avaliação diagnóstica permite medir o progresso dos alunos desde o início do ano letivo até o momento atual. Ela fornece uma visão clara do desempenho dos alunos em relação aos objetivos e padrões curriculares. Isso permite que os educadores e a escola em geral tenham uma noção clara de como os alunos estão progredindo.

Identificação de necessidades individuais: Com base nos resultados da segunda avaliação diagnóstica, os professores podem identificar as necessidades individuais de cada aluno. Isso inclui áreas em que os alunos estão enfrentando dificuldades e precisam de apoio adicional, bem como áreas em que eles estão se destacando e podem ser desafiados ainda mais. Essas informações ajudam os professores a adaptar sua abordagem de ensino para atender às necessidades específicas de cada aluno.

Acompanhamento do trabalho de readaptação: A segunda avaliação diagnóstica também permite que os professores e a escola avaliem a eficácia do trabalho de readaptação realizado desde a avaliação diagnóstica em março. Eles podem analisar se as estratégias e as complicações estão produzindo resultados positivos e ajustá-las conforme necessário.

Planejamento de ações adicionais: Com base nos resultados da avaliação diagnóstica, os professores podem identificar quais alunos estão com dificuldades e podem precisar de ações adicionais. Isso pode incluir a oferta de aulas de reforço, tutorias ou programas de recuperação específicos para ajudar os alunos a superar suas dificuldades.

Feedback aos alunos e pais: A segunda avaliação diagnóstica também é uma oportunidade para fornecer feedback aos alunos e seus pais ou responsáveis. Os resultados podem ser discutidos em reuniões de pais e professores, permitindo uma compreensão mais clara do desempenho acadêmico dos alunos e incentivando a participação ativa dos pais no apoio à educação de seus filhos.

“No geral, a aplicação da segunda avaliação diagnóstica é essencial para monitorar o progresso dos alunos, identificar necessidades individuais, ajustar o trabalho de readaptação, prevenir intervenções adicionais. Essa avaliação desempenha um papel fundamental no processo educacional, ajudando a garantir um ensino de qualidade e um melhor desenvolvimento acadêmico dos alunos”, destaca o secretário Olimpiades Queiroz.

A Secretaria Municipal de Educação chama atenção dos pais e responsáveis para a importância da presença dos alunos nos dias das avaliações. Também foi solicitado a Diretoria de Transportes da Prefeitura que os esforços sejam redobrados na garantia do acesso dos estudantes as escolas para não comprometer resultado do trabalho.