João Pessoa 28.13ºC
Campina Grande 25.9ºC
Patos 32.17ºC
IBOVESPA 119587.53
Euro 5.824
Dólar 5.4264
Peso 0.006
Yuan 0.7479
Secretaria do Meio Ambiente continua investigação para saber origem do lixo que afetou praias de João Pessoa
21/04/2021 / 13:30
Compartilhe:

A Secretaria do Meio Ambiente de João Pessoa (Semam) juntamente com representantes das secretarias de Meio Ambiente das cidades do Conde e Cabedelo, que integram a Anamma (Associação Nacional de Órgãos Municipais de Meio Ambiente), continuam a fiscalização ao longo das praias dessas três cidades, vistoriando desembocadouros de rios e maceiós para investigar a origem do lixo que tomou a faixa de areia da orla da Capital.

O secretário da Semam, Welison Silveira, presidente da Anamma-PB, reforçou que “não há indícios de que o lixo que atingiu a faixa de areia das praias tenha como origem os rios que cortam a Capital. Essa semana estamos enfrentando também uma série de marés altas e correntes marinhas que contribuíram para que os resíduos atingissem a faixa de areia da nossa orla. Esse lixo veio de estados vizinhos”, disse.

Desde a última quarta-feira (14), as praias de João Pessoa e de municípios vizinhos vêm sendo tomadas por resíduos, trazidos pela maré.

Todos os dias equipes da Prefeitura de João, da Secretaria de Meio Ambiente (Semam), Autarquia Especial Municipal de Limpeza Urbana (Emlur) e Secretaria de Segurança Urbana e Cidadania (Semusb) vêm fazendo a coleta dos resíduos, com apoio de voluntários e monitorando as praias, foz dos principais rios e desembocadouros dos maceiós.