João Pessoa 25.13ºC
Campina Grande 22.9ºC
Patos 26.73ºC
IBOVESPA 124305.57
Euro 5.6025
Dólar 5.1645
Peso 0.0058
Yuan 0.7135
Secretário de Segurança desmente fake news sobre ataque em escolas da PB após prefeituras suspenderem aulas
16/03/2023 / 13:27
Compartilhe:

As prefeituras paraibanas de Uiraúna e Várzea cancelaram as aulas da rede municipal que aconteceriam nestas quinta-feira (16) e sexta-feira (17). Ambas cidades fazem divisa com o estado do Rio Grande do Norte, que sofre nos últimos dias com um onda de ataques criminosos cometidos por uma facção que tem queimado prédios públicos, comércios e veículos do transporte urbano.

Através de nota, a prefeitura de Uiraúna afirmou que “diante do cenário de incertezas em relação à segurança pública, em virtude dos acontecimentos no vizinho Estado do Rio Grande do Norte e, ainda, pela divulgação de tais atos possam ser cometidos também em nosso estado, a Secretaria Municipal de Educação de Uiraúna, em consonância com a Administração Municipal, deliberou por suspender as aulas em todas as suas unidades escolares nos dias 16 e 17 de março como medida preventiva diante do cenário de tamanha aflição e incertezas”.

A gestão informou que as aulas suspensas serão repostas durante o período escolar de 2023.

A prefeitura de Várzea também citou o cenário de insegurança no Rio Grande do Norte e “considerando as últimas informações recebidas“, decidiu suspender as aulas presenciais marcadas para esta quinta e sexta-feira. “Estas acontecerão normalmente, mas de forma remota”, informa a nota.

Em Várzea, o transporte estudantil para as cidades de Patos, na Paraíba e Caicó/RN foram suspensos “até que a situação seja solucionada”, de acordo com a Secretaria Municipal de Educação.

O secretário de Segurança da Paraíba, Jean Nunes, no entanto, tratou como fake news os boatos sobre ameaças de invasão em prédios públicos no estado.

“Isso foi divulgado de maneira irresponsável por várias pessoas, inclusive autoridades públicas. Isso vai ser objeto de apuração. Nenhuma escola do estado ou do município recebeu ameaça, nenhum diretor, aluno e o que a gente tá tratando isso é como fake news […] Nós tivemos casos em que aulas foram suspensas, mas sequer consultaram as forças de segurança para saber o nível daquele fake news divulgado”, disse Jean Nunes em entrevista a veículos de imprensa, nesta quinta-feira (16).

Ainda segundo o secretário, as forças de segurança da Paraíba estão interagindo com as do Rio Grande do Norte no sentido de conter atos de violência na divisa entre os estados.