João Pessoa 23.13ºC
Campina Grande 20.9ºC
Patos 22.16ºC
IBOVESPA 127108.22
Euro 5.8968
Dólar 5.4177
Peso 0.006
Yuan 0.7446
Semob-JP inicia período educativo para orientar condutores sobre proibição de equipamentos na Orla
26/12/2023 / 18:34
Compartilhe:

A Prefeitura de João Pessoa publicou, no Diário Oficial do Município, a medida provisória nº 40, que dispõe sobre a proibição da utilização de equipamentos de mobilidade individual autopropelidos nas ciclovias, ciclofaixas, largos e calçadas da orla marítima da Capital, compreendidos entre os bairros de Cabo Branco e Tambaú. Os equipamentos autopropelidos são aqueles que se deslocam em meio terrestre com sistema de propulsão próprio.

Diante dessa medida, a Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana de João Pessoa (Semob-JP) iniciou, nesta terça-feira (26), o período educativo para que as pessoas possam ter o conhecimento da Lei e seguirá até a quarta-feira (27). A fiscalização vai ter início a partir da quinta-feira (28), com o objetivo de garantir a segurança viária e evitar sinistros de trânsito.

A medida provisória diz que fica proibida a circulação de equipamentos de mobilidade individual autopropelidos nas ciclovias, ciclofaixas, largos e calçadas da orla marítima de João Pessoa. Excluem da proibição os equipamentos utilizados pelas forças de segurança, veículos de competição em uso autorizado e equipamentos destinados à locomoção de pessoas com deficiência ou com comprometimento de mobilidade.

O diretor de Operações da Semob-JP, Sanderson Cesário, explicou que o descumprimento desta medida pode ocasionar no pagamento de multa, bem como remoção do equipamento. “A Semob-JP compete fiscalizar, autuar, aplicar a medida administrativa de remoção e as penalidades de multa prevista na lei, mas antes disso vamos ter um período educativo para orientar condutores e proprietários. A medida é importante considerando os sinistros ocorridos, reclames da sociedade e o aumento do fluxo de turistas e visitantes, com isso, pedimos a compreensão para que os condutores mantenham o cumprimento dessa lei e garantam a segurança viária de todos”, ressaltou o diretor.