23.1 C
João Pessoa
20.9 C
Campina Grande
18.5 C
Brasília

Senado Federal aprova por unanimidade PERSE relatado por Daniella Ribeiro

Programa tem o objetivo de auxiliar o setor de eventos a reduzir perdas financeiras e deve beneficiar mais de 6 milhões de pessoas

O Senado Federal aprovou na sessão remota desta terça-feira (30) o Projeto de Lei 5.638/2020, que institui o Programa Emergencial de Retomada do Setor de Eventos (Perse), que traz alívio financeiro para profissionais do setor de eventos de todo o país, minimizando os prejuízos causados pela pandemia do novo coronavírus.

O Perse teve como relatora a senadora Daniella Ribeiro (Progressistas), que travou discussão e debateu o tema com representantes do setor e autoridades semanas antes da votação. O PL volta para a Câmara dos Deputados. “Agradeço aos colegas pelo apoio e entendimento da importância dessa matéria. Pedimos agora a sensibilidade para que o presidente da República não vete o projeto”, afirmou.

Leia Também

O relatório de Daniella e o empenho da senadora foram elogiados e destacados nas falas dos demais senadores. Daniella destacou a importância da aprovação da matéria diante da necessidade extrema dos profissionais que trabalham no setor de eventos. “Cerca de 97% das atividades estão completamente paralisadas e mais de 450 mil postos de trabalhos formais, entre diretos e indiretos, já foram extintos”, frisou a senadora. O Perse prevê, entre outros pontos, renegociação de dívidas, descontos sobre o valor da dívida e amplia os prazos para quitação, além de outras medidas

Daniella pediu aos demais senadores a sensibilidade para a aprovação do projeto, tendo em vista o impacto financeiro causado pelo cancelamento ou adiamento dos eventos durante a pandemia da Covid-19 no Brasil. “Do ponto de vista econômico, a parada da cadeia produtiva impacta a geração de empregos em setores que não são só do mercado de eventos, mas que dependem deste para manterem suas atividades”, afirmou.

Eventos – o setor é formado por, ao menos, 52 segmentos, que englobam segurança, marketing, transporte, logística, hospedagem, alimentação, infraestrutura e centros de convenções, entre vários outros.

Estimativas de representantes do setor indicam que 51,9% dos eventos programados para 2020 foram cancelados, adiados sem data definida ou reagendados para datas futuras. O adiamento ou cancelamento dos maiores eventos no Brasil representou, em um período de apenas dois meses, um prejuízo médio de R$ 80 bilhões.

Empenho – A senadora Daniella Ribeiro trabalhou de forma incansável pela aprovação do Perse por entender a necessidade das famílias que trabalham no setor de eventos. Nas últimas semanas, realizou reuniões remotas com representantes desse mercado e ouviu relatos emocionados dos profissionais da área, os quais compartilharam suas dificuldades nos últimos 12 meses. A senadora também teve reuniões com o ministro da Economia, Paulo Guedes, para discussão da matéria com cerca de 20 representantes do setor de eventos.

Em sua fala, Daniella agradeceu o esforço do presidente da Associação Brasileira de Promotores de Eventos (ABRAPE), Doreni Caramori Júnior; ao relator do projeto na Câmara, deputado Felipe Carreras e a relatora, deputada Renata Abreu.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

#PUBLICIDADE#

Mais Lidas

Polícial Rodoviária Federal morre em Cabedelo

A policial rodoviária federal Renata Maia Pimenta, de 42 anos, morreu na noite desta sexta-feira (20) no prédio onde...

Palco desaba e deixa formandos de medicina feridos na Grande João Pessoa

Duas  pessoas  foram socorridas com traumatismo craniano encefálico (TCE) após parte da estrutura de um palco desabar, no final da tarde deste sábado (21),...

15 possíveis temas de redação para o Enem 2022

O Portal Nacional da Educação divulgou uma lista com os possíveis temas de redação para as provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem),...

DATAVOX: João Azevêdo lidera com 40,7% das intenções de voto na 1ª pesquisa para governo da PB em 2022

Realizada em parceria entre o Instituto Datavox e o portal PB Agora, a pesquisa aponta o deputado federal Pedro Cunha Lima (PSDB) em segundo lugar, com 14,2%. Em seguida vem o senador Veneziano Vital (MDB), com 6,6%, o ex-prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PT) com 5,9%, Nilvan Ferreira (PTB) com 3,2% e a vice-governadora do estado, Lígia Feliciano (PDT) com 1%. Indecisos somam 20,3%, enquanto brancos e nulos representam 8,1%.

ENQUETE F5: Se as eleições fossem hoje Pedro Cunha Lima seria o novo governador da Paraíba

O programa F5 da Rádio POP FM realizou uma enquete com os ouvintes e expectadores que acompanharam a transmissão pelo YouTube da edição desta...
#PUBLICIDADE#

ACHAMOS QUE VOCÊ VAI GOSTAR

#PUBLICIDADE#