30.1 C
João Pessoa
28.9 C
Campina Grande
19.5 C
Brasília

Senadora Nilda Gondim apoia Projeto de Lei que regula cirurgia plástica reparadora em pacientes com câncer

A nova proposta modifica também a Lei 9.797, de 1999, que dispõe sobre a obrigatoriedade da cirurgia plástica reparadora da mama pelo SUS nos casos de mutilação decorrente de tratamento de câncer

 

Senadora Nilda Gondim expressa total apoio ao projeto que regula a cirurgia plástica para reconstrução da mama em pacientes com câncer.
O PL 2.113/2019, da Câmara dos Deputados, foi aprovado no plenário do Senado na terça-feira (16). Mas foi alterado em um texto substitutivo apresentado pelo relator, o senador Flávio Arns (Podemos-PR), e voltará à análise dos deputados.
Em 2018 foi promulgada a Lei 13.770 que introduziu na legislação brasileira normas para que a cirurgia plástica reconstrutiva da mama, realizada pelo SUS, fosse feita no mesmo tempo cirúrgico da retirada das mamas, medida já prevista no projeto original da Câmara.
O relator no Senado decidiu então aperfeiçoar o projeto para inserir em lei o direito de a paciente que teve a mama reconstruída trocar o implante mamário sempre que ocorrerem complicações ou efeitos adversos a ele relacionados.
A nova proposta modifica também a Lei 9.797, de 1999, que dispõe sobre a obrigatoriedade da cirurgia plástica reparadora da mama pelo SUS nos casos de mutilação decorrente de tratamento de câncer. O substitutivo prevê que o Sistema Único de Saúde e os planos de saúde, além de prestarem atendimento para a retirada do seio, devem se responsabilizar pela retirada do implante mamário, sempre que ocorrerem complicações a ele relacionadas.
A senadora Nilda Gondim ressaltou que aprimorar a legislação que trata da cirurgia reparadora da mama para pacientes diagnosticadas com câncer é mais uma importante conquista das mulheres. “Traz benefícios para a mulher na sua capacidade de reabilitação para uma vida digna e produtiva, portanto, é um bem que se faz a toda a sociedade”, ressaltou a senadora.
Segundo o projeto, as pacientes terão ainda direito a acompanhamento psicológico e multidisciplinar especializado após sofrerem mutilação total ou parcial da mama por causa do câncer.

Leia Também
Leia Também

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

#PUBLICIDADE#

Mais Lidas

15 possíveis temas de redação para o Enem 2022

O Portal Nacional da Educação divulgou uma lista com os possíveis temas de redação para as provas do Exame...

DATAVOX: João Azevêdo lidera com 40,7% das intenções de voto na 1ª pesquisa para governo da PB em 2022

Realizada em parceria entre o Instituto Datavox e o portal PB Agora, a pesquisa aponta o deputado federal Pedro Cunha Lima (PSDB) em segundo lugar, com 14,2%. Em seguida vem o senador Veneziano Vital (MDB), com 6,6%, o ex-prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PT) com 5,9%, Nilvan Ferreira (PTB) com 3,2% e a vice-governadora do estado, Lígia Feliciano (PDT) com 1%. Indecisos somam 20,3%, enquanto brancos e nulos representam 8,1%.

Vídeo: Presidente da Assembleia de Deus em Campina Grande chama fiéis de “lixo”

Mulheres cristãs que usam brinco e calças apertadas são um "lixo", pelo menos na visão do pastor e presidente da Assembleia de Deus em...

Juliette vira personagem de jogo online desenvolvido por estudante paraibano

“Tenho trabalhado cerca de 6 horas por dia no jogo, todos os dias. Criando o conceito, desenhos, animações, programação e gravando, editando pra postar no Instagram. [Na vida real] é lógico que ela vai sair campeã da casa, a quantidade de cactos [apelido dos fãs da participante] só vai aumentar e ela vai continuar sendo o fenômeno que é, mesmo após o fim do programa”, explica o estudante. 

Paraibanos terão que pagar pedágio para entrar em municípios de PE; entenda

Após a aprovação da privatização de três rodovias estaduais pernambucanas, com previsão de cobrança de pedágio, cruzar o limite dos estados pode custar caro...
#PUBLICIDADE#

ACHAMOS QUE VOCÊ VAI GOSTAR

#PUBLICIDADE#