24.1 C
João Pessoa

Suporte para bicicleta no carro: Modelos e preços

Viajar de carro é ótimo, especialmente em férias, porém, no destino nem sempre o veículo é prático para passear e conhecer mais detalhes do local, então, para isso, um suporte de bicicleta ajuda a levar as magrelas.

A bicicleta, mais que um meio de transporte de tração humana, é um veículo prazeroso de conduzir e benéfico por exigir um esforço físico que ajuda a melhorar a saúde.

Leia Também

Assim, muitas vezes não é possível levar uma bicicleta dentro do carro, embora isso seja possível em modelos monovolume ou mesmo perua, ou hatchback.

Suporte de bicicleta para carros: como escolher, transportar e o que diz a lei
Imagem/Reprodução

Vários modelos possuem rebatimento dos bancos para essa funcionalidade, mas apenas uma unidade pode ser levada, bem como ela toma espaço de bagagens e passageiros.

Desse modo, o suporte externo se faz necessário para levar duas ou mais bicicletas, mas geralmente levam duas unidades, sempre com segurança e praticidade.

O suporte para bicicleta é um item importante para levar este tipo de veículo para outros lugares através do automóvel, podendo ainda ser levado em motorhomes e outros tipos de veículos autorizados.

Suporte Bicicleta Carro Teto 1 Bike Black Wave Universal Reese - Hipervarejo
Imagem/Reprodução

Como a bicicleta é uma extensão do carro em muitos passeios, seu transporte seguro é fundamental, especialmente para que o veículo mantenha suas características e ofereça conforto e segurança.

Um suporte devidamente instalado, seguindo as recomendações e instruções do fabricante, não acarretará danos à pintura ou superfície da lataria do veículo.

Ele não provoca riscos ou amassados se devidamente instalado e se respeitar o peso máximo, não provocará avarias no suporte.

Como escolher o suporte de bicicleta ideal para o seu carro?
Imagem/Reprodução

Permitindo resguardar o interior do veículo, assim como o conforto e o espaço para bagagem.

No entanto, a desvantagem é o prejuízo à visibilidade e aerodinâmica, mas o transporte até o destino é uma vantagem enorme.

Outra vantagem é que pode levar até três bicicletas, mas pode-se adicionar um segundo suporte no teto para mais duas, chegando a cinco bicicletas no total, praticamente um para cada passageiro do carro.

Novo suporte retrátil transporta até três bicicletas no carro - Bikemagazine
Imagem/Reprodução

O suporte para bicicleta também é coberto pelo seguro, porém, em caso de avarias, talvez o custo de acionar o seguro seja impraticável, sendo mais fácil e barato fazer o serviço por conta própria.

Basicamente existem três tipos de suporte para bicicleta e eles são conhecidos como transbike (porta-malas), suporte de teto e engate traseiro.

Os três tipos são oferecidos no mercado brasileiro e possuem certificação do Inmetro para serem vendidos e autorizados pelo Contran.

Evite multas ao carregar bikes e pranchas - Jornal do Carro - Estadão
Imagem/Reprodução

No mercado, existem vários modelos desses tipos e com preços variados, sendo importante analisar o custo, a praticidade da instalação e se o mesmo atende suas necessidades.

Cada um dos tipos, com exceção do porta-malas, tem mais de um modelo e isso pode influenciar na hora de instalar ou transportar bicicleta.

Também é preciso considerar, além do preço e instalação, está altura, vantagens e a quantidade de bikes em casa.

A seguir, detalhes de cada um dos tipos e subtipos de suporte para bicicleta:

Suporte para bicicleta – de porta-malas

Suporte para 2 Bicicletas para Porta Malas Thule Passage 910XT 910XT -
Imagem/Reprodução

Também conhecido como transbike, o suporte para bicicleta de porta-malas pode ser integrada à traseira de modelos como sedã, hatch, perua, minivan e SUV, por exemplo.

Trata-se de um sistema mais simples e versátil, que não necessita de adaptações no veículo e pode levar até três bicicletas na traseira do veículo.

Presas por três abraçadeiras móveis, as bicicletas ficam num suporte apoiado sobre a estrutura do veículo e o mesmo é dobrável, quando não em uso, sendo assim muito prático.

Ele suporte 45 kg de peso e tem uma faixa extra para garantir a segurança no transporte das bicicletas, resguardando assim as mesmas e também outros veículos na via.

No mercado de acessórios para veículos, o suporte de porta-malas para bicicletas tem duas versões, sendo uma para até duas bicicletas e outra para levar três bicicletas.

Os preços do primeiro modelo começam pouco acima dos R$ 100, podendo chegar a R$ 200, dependendo da marca.

Geralmente, este tipo de suporte é composto por duas barras em “U”, sendo uma delas para sustentar as bicicletas e a outra para apoiar na carroceria.

São oferecidos no kit quatro ou cinco cintas para amarração da bikes, quanto o equipamento for para duas bicicletas, tendo duas cintas a mais no modelo de três unidades.

Nesse último, o preço do acessório, vai de R$ 170 a R$ 290, sendo esses preços geralmente da marca Transbike, a mais popular do mercado.

A sueca Thule, tem preços bem mais elevados, custando em torno de R$ 1.700 para o suporte de três bicicletas.

Este equipamento vem com as abraçadeiras descritas, com os preços mais baixos sendo de versões apenas por cintas de amarração.

Suporte para bicicleta – de teto

Rack Transbike Bicicleta Teto - Projecar Aço Preto
Imagem/Reprodução

Outro suporte para bicicleta é o de teto, um modelo bem pátio também e bastante popular, porém, se exige alguns itens no carro.

Nesse caso, o ideal é ter duas barras longitudinais no teto, como num crossover, SUV ou perua, mas hatch de visual aventureiro também pode sustentar o acessório.

Caso não haja, é importante comprar um rack com duas barras transversais, já que estas não vêm no kit do suporte para bicicleta no teto.

Elas apoiarão a barra longitudinal central – podendo ser duas em caso de duas bicicletas – tendo nela dois braços articulados que possuem uma abraçadeira de cano da bicicleta.

Essa barra é como um trilho, onde se coloca os pneus da bicicleta, prendendo-a no suporte através do cano do quadro.

Um fator importante é que a altura do veículo será bastante ampliada, então, em garagens muito baixas, o ideal é tirar as bicicletas antes de entrar.

Dependendo do modelo, há também abraçadeiras para as rodas da bicicleta, com os preços variando de R$ 300 a R$ 1.800, dependendo da marca.

Prático, ele só demandará esforço para colocar as bicicletas sobre o veículo, que ainda poderá sofrer com ventos laterais.

Geralmente é o suporte mais divulgado pelas marcas de carros em seus SUVs no fora de estrada ou na praia.

Existe ainda a opção de um suporte preso por ventosas, mas este geralmente requer que se retire as rodas dianteiras, que assim precisarão ir ao porta-malas do veículo.

O preço desse kit fica em torno de R$ 300, sendo mais raro de encontrar no mercado.

Suporte para bicicleta – de engate

Suporte Para 3 Bicicletas Engate Dobrável Suporta Até 60kg | Parcelamento sem juros
Imagem/Reprodução

Este último modelo de suporte para bicicleta serve somente para carros com engate para reboque, seja ele qual for, já servindo ao propósito.

Existem dois tipos de suporte que usam engate, sendo um em forma de “V”, apoiado na traseira do veículo e com o engate de reboque como base.

O outro é uma plataforma que se fixa no engate do reboque, do tipo bola. Preso apenas por este, a plataforma sustenta até três bicicletas presas por abraçadeiras em trilhos como de suportes de teto.

Cada trilho é geralmente composto de duas peças para apoiar as rodas e possui abraçadeiras para prender os pneus.

Ao centro, uma suporte possui mais três abraçadeiras ajustáveis para prender os canos dos quadros das bicicletas.

Como se trata de uma extensão do carro, esse suporte “plataforma” possui um para-choque com lanternas completas, incluindo repetidores de direção e luzes de ré.

A energia é proveniente do carro através da fonte de energia do engate, tendo ainda um espaço central para uma terceira placa com iluminação.

Trata-se de um engate bem interessante e prático, pois, é removível através de somente um parafuso e a conexão elétrica.

Contudo, o preço é bem salgado, variando de R$ 1.000 a R$ 1.500, com o suporte em “V” saindo de R$ 250 a R$ 550.

Suporte para bicicleta – legislação

Bicicleta tem lugar certo para viajar no carro e não pode cobrir placa
Imagem/Reprodução

Qual suporte de bicicleta é permitido?

A legislação brasileira é específica sobre o transporte de bikes nos carros por meio de suporte para bicicleta, sendo esta a Resolução 349/2010 do CTB ou Código de Trânsito Brasileiro.

O texto indica como os motoristas devem transportar as bicicletas com segurança e sem arriscar ser multado, por isso, é importante comprar equipamentos certificados e instalá-los corretamente.

Resolução 349/2010 do CTB estabelece o seguinte:

Art. 1º Estabelecer critérios para o transporte eventual de cargas e de bicicletas nos veículos classificados na espécie automóvel, caminhonete, camioneta e utilitário.

Art. 2º O transporte de cargas e de bicicletas deve respeitar o peso máximo especificado para o veículo.

Art. 3º – A carga ou a bicicleta deverá estar acondicionada e afixada de modo que:

I- não coloque em perigo as pessoas nem cause danos a propriedades públicas ou privadas, e em especial, não se arraste pela via nem caia sobre esta;

II- não atrapalhe a visibilidade a frente do condutor nem comprometa a estabilidade ou condução do veículo;

III- não provoque ruído nem poeira;

IV- não oculte as luzes, incluídas as luzes de freio e os indicadores de direção e os dispositivos refletores; ressalvada, entretanto, a ocultação da lanterna de freio elevada (categoria S3);

V- não exceda a largura máxima do veículo;

VI- não ultrapasse as dimensões autorizadas para veículos estabelecidas na Resolução CONTRAN nº 210, de 13 de novembro de 2006, que estabelece os limites de pesos e dimensões para veículos que transitam por vias terrestres e dá outras providências, ou Resolução posterior que venha sucedê-la.

VII- todos os acessórios, tais como cabos, correntes, lonas, grades ou redes que sirvam para acondicionar, proteger e fixar a carga deverão estar devidamente ancorados e atender aos requisitos desta Resolução.

VIII- não se sobressaiam ou se projetem além do veículo pela frente.

Como se pode ver, é imprescindível que se atenda todas as regras citadas acima, pois, basta uma roda coloca numa posição que comprometa a visibilidade da lanterna, para o agente de trânsito efetuar a autuação.

No Art. 4º, a resolução diz que, caso os pontos acima não sejam atendidos, no caso de encobrimento total ou parcial da iluminação traseira, “será obrigatório o uso de régua de sinalização e segunda placa traseira de identificação”, fixada na régua.

Já o Art. 5º dispõe que a fixação deve ser feita por equipamentos apropriados e que a altura máxima sobre as barras de teto do veículo é de 50 cm, assim como o comprimento do acessórios não deve ultrapassar a área do teto, seja comprimento e largura.

res 349 fig 1.png

No que diz respeito ao suporte para bicicleta em forma de engate, no caso, a distância não pode exceder 60% da distância entre-eixos do veículo, já considerando o balanço traseiro do carro.

O balanço traseiro é a distância entre o eixo e o para-choque, mas no caso do engate, deve considerar essa diferença na hora de colocar o suporte de engate.

Um exemplo é o Volkswagen T-Cross Highline, cujo entre-eixos tem 2,651 m e o balanço traseiro com o engate terá de ter 1,590 m.

Quanto maior o balanço traseiro, menor será a área disponível para a colocação de um suporte de engate, que geralmente ocupa mais espaço que o tradicional por barras, presas na traseira do carro. Abaixo, um desenho explicativo:

res 349 fig 2.png

Caso seja necessário colocar as bicicletas em longitudinal na caçamba de carga de uma picape, elas não poderão exceder o comprimento total com a tampa abaixada. O mesmo vale para motos e ainda que a placa fique encoberta, o transporte pode ser feito apenas durante o deslocamento com a carga.

Em caso de descumprimento das exigências acima, será lavrada autuação com multa de R$ 293,47, mais sete pontos na CNH e retenção do veículo.

Já o transporte irregular de bicicleta acarreta multa de R$ 195,23, além de cinco pontos e retenção do veículo.

Levar a bicicleta dentro do carro é mais perigoso, uma vez que não há um suporte para manter a bicicleta presa devidamente.

Suporte para bicicleta – cuidados

Conheça os tipos de suporte para bicicleta
Imagem/Reprodução

O suporte de bicicleta precisa ser montado e desmontado corretamente, assim como ser limpo e ter as partes de desgaste natural trocadas com o tempo, sendo essas as abraçadeiras.

Esses itens são vendidos à parte no mercado, assim como as barras revestidas para sustentar as bicicletas no suporte traseiro.

O engate de reboque sustenta sem problemas a plataforma para até três bicicletas, mas ele precisa ter o conector de energia devidamente instalado e funcional para acender as luzes traseiras.

Nesse caso, em descumprimento da lei do engate, a multa é de natureza grave, com valor de R$ 195,23, cinco pontos na CNH e o veículo pode ser retido.

Também se exige uma terceira placa, cujo valor varia de acordo com a região e empresas emplacadoras, sendo exigidos:

  1. CRV – Certificado de Registro de Veículo.
  2. Carteira de Identidade.
  3. CPF.
  4. Comprovante de Endereço.
  5. Laudo de Vistoria.

 

Fonte: Notícias Automotivas

DÊ SUA OPINIÃO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

#PUBLICIDADE#

Mais Lidas

Pesquisa OPUS: João Azevedo cai e Pedro encosta. Nilvan e Veneziano empatam

Pesquisa do Instituto Opus, contratada pelo Portal da Capital, traz os primeiros números do atual cenário da corrida eleitoral...

Instituto Opus: Ricardo Coutinho lidera primeira pesquisa para o senado na Paraíba; Efraim cresce

Pesquisa do Instituto Opus, contratada pelo @portaldacapital, traz os primeiros números da Paraíba sobre a disputa ao Senado Federal. O levantamento realizou mil entrevistas...

DATAVOX: João Azevêdo lidera com 40,7% das intenções de voto na 1ª pesquisa para governo da PB em 2022

Realizada em parceria entre o Instituto Datavox e o portal PB Agora, a pesquisa aponta o deputado federal Pedro Cunha Lima (PSDB) em segundo lugar, com 14,2%. Em seguida vem o senador Veneziano Vital (MDB), com 6,6%, o ex-prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PT) com 5,9%, Nilvan Ferreira (PTB) com 3,2% e a vice-governadora do estado, Lígia Feliciano (PDT) com 1%. Indecisos somam 20,3%, enquanto brancos e nulos representam 8,1%.

Debate na Paraíba: Pedro Cunha Lima é o nome mais buscado na web durante o primeiro debate entre candidatos ao Governo

O primeiro debate para o Governo da Paraíba das Eleições 2022, realizado na noite deste domingo (7), trouxe à tona a forte disputa dos...

BAND ELEIÇÕES: F5 Online transmite ao vivo primeiro debate entre os candidatos a governador da Paraíba

Faltando menos de dois meses para as eleições 2022, os candidatos ao governo da Paraíba já devem estar preparados para defender as propostas de...
#PUBLICIDADE#

ACHAMOS QUE VOCÊ VAI GOSTAR

#PUBLICIDADE#