30.1 C
João Pessoa
28.9 C
Campina Grande
19.5 C
Brasília

Cloroquina

Conselho Federal de Medicina é processado por parecer favorável à cloroquina

A ação pede indenização por danos morais coletivos no valor mínimo de R$ 60 milhões. O valor, se obtido, será depositado no Fundo de Direitos Difusos e pode ser direcionado a uma finalidade específica ligada ao tratamento de vítimas da Covid-19 e do tratamento precoce. "Nossa tese é de que o CFM é um dos responsáveis pelo enfrentamento errático da pandemia no Brasil por ter dado suporte técnico-científico ao uso de 'kit Covid' e de tratamento precoce", afirma João Paulo Dorini, defensor regional de direitos humanos em São Paulo, e um dos autores da ação.

Ministério da Saúde confirma ineficácia do ‘kit Covid’ em pacientes hospitalizados

“Alguns medicamentos foram testados e não mostraram benefícios clínicos na população de pacientes hospitalizados, não devendo ser utilizados, sendo eles: hidroxicloroquina ou cloroquina, azitromicina, lopinavir/ritonavir, colchicina e plasma convalescente. A ivermectina e a associação de casirivimabe + imdevimabe não possuem evidência que justifiquem seu uso em pacientes hospitalizados, não devendo ser utilizados nessa população”, destaca a nota técnica. O parecer também não faz referências a qualquer benefício dos fármacos de forma profilática ou nos estágios iniciais da doença, o chamado "tratamento precoce". Enfatiza ainda que não está em análise incluir cloroquina como medicamento indicado em qualquer fase do tratamento da doença.

Após motociata, Bolsonaro cita Deus e militares, enaltece PM e cloroquina e ataca isolamento

Alvo de investigação da CPI da Covid no Senado, o presidente de novo defendeu o tratamento precoce, citando a cloroquina, e atacou as políticas de isolamento contra a pandemia, em ataque direto a Doria. "Fora, Doria", responderam os apoiadores. Bolsonaro ainda desafiou o tucano a participar de um evento como esse. Antes da fala do presidente, organizadores em um caminhão de som puxaram orações e gritos de 'mito' e palavras de ordem contra o STF (Supremo Tribunal Federal). Houve também gritos contra a imprensa

CPI da Pandemia: Nise Yamagucdiz que não sugeriu mudanças na bula da cloroquina

A imunologista foi convidada para falar à CPI por sua defesa ao tratamento precoce de pacientes da covid-19 com uso de cloroquina, medicamento sem comprovação de eficácia contra coronavírus. No depoimento, ela afirmou que “é uma colaboradora eventual de qualquer governo”. Segundo Nise Yamagushi, atualmente, sua participação se dá de forma "técnica" e específica, quando convidada. A médica também negou fazer parte de uma espécie de “gabinete paralelo” de aconselhamento sobre medidas de combate à pandemia.

Médico brasileiro é detido no Egito após postar vídeos com ofensa sexual a vendedora

Sorrentino é defensor do chamado tratamento precoce para a Covid-19 e deu entrevistas defendendo a hidroxicloroquina. O médico brasileiro Victor Sorrentino foi detido neste domingo (30) acusado de assédio sexual por autoridades do Egito após divulgar em seu Instagram um vídeo no qual ofende uma vendedora muçulmana com frases de cunho sexual.

CPI da Pandemia ouve na terça secretária do Ministério da Saúde que defende cloroquina

Assim como o general Eduardo Pazuello, a secretária do Ministério da Saúde responde a ação de improbidade administrativa apresentada pelo Ministério Público Federal no Amazonas. De acordo com os requerimentos, questões relativas a isolamento social, vacinação, postura do governo, estratégia de comunicação e omissão de dados também devem ser abordadas pelos senadores. 

Senador quer criminalizar recomendação de medicamentos sem comprovação científica

No projeto, é citada a promoção do “tratamento precoce” contra a covid-19. “Ressalte-se que, além da ineficácia de tais medicamentos na prevenção ou no tratamento da doença causada pelo coronavírus, a sua utilização pode afetar a saúde dos pacientes, agravando a doença ou até mesmo levando-os a óbito”, diz o documento

AO VIVO: CPI da Pandemia ouve Marcelo Queiroga, ministro da Saúde

Queiroga disse que não autorizou a distribuição de cloroquina e não tem conhecimento de que o medicamento esteja sendo distribuído em sua gestão. Também declarou que tem pouco tempo como titular do ministério e que ainda está se adaptando à complexidade da pasta. 

Teich diz à CPI que pediu demissão por falta de autonomia e cita cloroquina como ponto de divergência

"[Deixei o cargo] após constatação de que não teria a autonomia e liderança que imaginava indispensável para o exercício do cargo. Essa essa falta de autonomia ficou mais evidente em relação às divergências com o governo quanto à eficácia e extensão do uso do medicamento cloroquina para o tratamento Covid-19", afirmou o ex-ministro.

Ofício sobre uso de cloroquina pode ser prova contra governo em CPI

O dinheiro que financiou a produção partiu da MP (Medida Provisória) 940, editada em 2 de abril por Bolsonaro para o enfrentamento de emergência do novo coronavírus, como consta nos dois documentos enviados pelo Ministério da Saúde ao MPF (Ministério Público Federal) em Brasília.
- Advertisement -

Últimas Notícias

VACINA JOÃO PESSOA: Veja onde se vacinar contra COVID-19 nesta sexta

A Prefeitura de João Pessoa dá continuidade a sua campanha de vacinação contra a Covid-19, nesta sexta-feira (20), imunizando...
- Publicidade -

PREOCUPANTE: Hospital Infantil do Valentina tem 90% dos leitos ocupados

Aumentaram os casos de crianças com Síndrome Respiratória Aguda atendidas no Hospital Infantil do Valentina, em João Pessoa. De acordo com o diretor técnico...

RETORNO: Postos de atendimento da Cagepa voltam a atender sem agendamento e reabrem aos sábados

A Companhia de Água e Esgotos da Paraíba (Cagepa) inicia, neste sábado (21), a quarta e última fase de reabertura dos seus postos de...

MPPB recomenda retorno de servidores da Câmara Municipal de Santa Rita ao trabalho presencial

O Ministério Público da Paraíba (MPPB) recomendou, nesta quinta-feira (19/05), ao presidente da Câmara de Vereadores de Santa Rita, Francisco de Medeiros Silva, o...

PRONATEC-PB: Educação abre mais de 2,5 mil vagas destinadas a alunos, professores e equipe técnica

ASecretaria de Estado da Educação e da Ciência e Tecnologia da Paraíba (SEECT-PB) divulgou, nesta quinta-feira (19), no Diário Oficial do Estado, três editais...