29.8 C
João Pessoa

Cultura

Cariri: Governador inaugura Centro de Referência da Renda Renascença em Monteiro

O governador João Azevêdo (Cidadania) inaugura, nesta quinta-feira (25), em Monteiro, no Cariri paraibano, o Centro de Referência da Renda Renascença (Crença). O equipamento tem o objetivo de fortalecer o artesanato paraibano. Um dos pontos altos da inauguração deve ser...

NA VEIA E NA VIOLA: Repente é reconhecido como patrimônio cultural do Brasil

O Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) reconheceu nesta quinta-feira (11), por unanimidade, o repente como patrimônio cultural do Brasil. Referência para a identidade da região Nordeste, o repente é conhecido também como cantoria e tem como...

Exposição de Flávio Tavares marca retomada das ações presenciais da Funesc

As telas expostas trazem como tema ‘família’, ‘infância’, ‘juventude’ e ‘inferno’ e juntas formam um quadrilátero, que simula um ambiente de enclausuramento. Em ‘Claustrum’, os visitantes poderão apreciar dezenas de ilustrações e outras pinturas que representam o percurso de criação do artista até chegar ao resultado final desta exposição.

“Natal Iluminado” em Campina Grande terá 14 polos culturais com atividades artísticas e espetáculos

Serão sete polos fixos e sete polos itinerantes, que receberão orquestras, corais, cantatas natalinas, pastoris, espetáculos de dança, quintetos musicais, fanfarras, encenações, caravanas natalinas, artistas de teatro mambembe, artistas circenses, apresentações solos, duos e trios. De acordo com o prefeito Bruno Cunha Lima, a ideia é que o "Natal Iluminado" se consolide como uma agenda turística para Campina Grande, elevando o fluxo turístico na cidade durante o período de fim de ano. “Queremos, inclusive, contar com o apoio do Ministério do Turismo, para tornar o Natal Iluminado uma referência turística regional. Temos este potencial e vamos buscar a concretização deste objetivo”, disse o prefeito.

Hotel Globo tem música raiz nordestina e chorinho nesta sexta-feira

Vandix Araújo contou que a dupla fará uma releitura de grandes obras de compositores como Pixinguinha, Heitor Villa-Lôbos, Tom Jobim, Schubert, Geraldo Azevedo, entre outros. Mauro Correia, violinista há mais de 40 anos, vem de uma família numerosa, com 17 músicos eruditos de cinco gerações. “Fujo um pouco quando toco um chorinho, que é da nossa área também, mas tocaremos Lenine, Chico César, Zé Ramalho”, adiantou. O ‘Sol Maior’ se estende até o último raio de sol e, como já é a marca do projeto, o encerramento é sempre ao som da música ‘O Trenzinho do Caipira’, de Villa-Lôbos.

João representa governadores do Nordeste em abertura de Mostra de Artesanato no Senado Federal

Na ocasião, ele representou os demais governadores do Nordeste no evento que tem o objetivo de divulgar a riqueza cultural, a diversidade da gastronomia e o potencial do artesanato dos nove estados da região. “É uma honra representar os estados do Nordeste e parabenizamos a senadora Kátia Abreu por contribuir com esse trabalho de divulgar a riqueza do nosso artesanato que, além do seu valor cultural e histórico, representa um segmento econômico importante e que tem garantido o sustento de muitas famílias”, disse o governador. A programação do ciclo “Internacionalização da Economia Criativa, da Gastronomia e do Turismo como indutores do Desenvolvimento Regional – Região Nordeste” também inclui audiência pública sobre o potencial turístico do Nordeste na Comissão de Relações Exteriores, uma sessão especial no Plenário do Senado e uma Mostra Gastronômica que apresentará a riqueza culinária dos estados aos convidados especiais no Restaurante do Senac do Senado.

Inscrições para 2ª fase da Lei Aldir Blanc na PB encerram na terça (26)

Encerra-se na terça-feira (26) o prazo de inscrições em quatro editais de premiação da 2ª fase da Lei Aldir Blanc na Paraíba. Foram 45 dias corridos desde o lançamento pela Secretaria de Estado da Cultura (SecultPB). As inscrições podem ser feitas até as 23h59 da terça-feira. Nesta fase, a LAB PB lançou cinco editais, um deles de credenciamento, o ‘Corrinha Mendes’, que já foi encerrado. Ele prevê 560 credenciamentos para apresentações, exibições e ações formativas na internet. Após a análise preliminar, 1.705 inscrições foram consideradas várias e o edital está em fase recursal.

Bolsonaro veio do esgoto da história, diz Wagner Moura, que agora lança ‘Marighella’

Originalmente, a previsão era que ele chegasse ao público há dois anos, mas a pandemia e um imbróglio envolvendo a Ancine, a Agência Nacional do Cinema, impossibilitaram o lançamento em ao menos duas ocasiões anteriores. Segundo Moura, "Marighella" foi censurado pelo órgão por ser uma biografia de Carlos Marighella, guerrilheiro comunista que lutou contra a ditadura militar. "As negativas da Ancine para o lançamento e, depois, o arquivamento dos nossos pedidos não têm explicação. E isso veio numa época em que o Bolsonaro falava publicamente sobre filtragem na agência", diz ele, em conversa por vídeo, na manhã seguinte à sua volta ao Brasil para a campanha de estreia do longa. Com Seu Jorge na pele do guerrilheiro e escritor, "Marighella" também tem Bruno Gagliasso, Adriana Esteves e Humberto Carrão no elenco e foi exibido no Festival de Berlim de 2019, onde foi aplaudido. Nem assim ganhou força para chegar logo às salas brasileiras. Moura acredita que a resistência que o filme encontrou, vinda também de parte do público, é sintomática dos tempos atuais, de ânimos políticos exaltados e um governo federal que com frequência ataca a cultura. "Qualquer obra é a conjunção do que um realizador pensa e projeta com o tempo em que aquela obra é vista", diz o ator-diretor. "A polêmica de 'Marighella' é muito menos sobre o Carlos Marighella e a luta armada do que sobre o governo Bolsonaro. É um filme sobre um personagem histórico, de seu tempo; Bolsonaro que é um personagem anacrônico."

João Azevêdo inspeciona obra e anuncia inauguração do primeiro Museu da Cidade de João Pessoa para 4 de novembro

O chefe do Executivo estadual ressaltou o trabalho do governo para recuperar equipamentos históricos e culturais e estimular a ocupação e visitação de locais importantes da cidade.  “Nós teremos um espaço em que poderemos contar aos pessoenses e aos paraibanos a nossa história, bem como aos turistas que poderão conhecer as nossas riquezas culturais e os fatos que marcaram a vida do nosso povo. Essa é uma forma de preservação das nossas raízes e de valorização do nosso Centro Histórico que já conta com o Museu do Artesanato e também abrigará o Parque Tecnológico Horizontes da Inovação”, frisou.

Projeto seleciona 100 imagens sobre meio ambiente para exposição digital

As 100 fotos selecionadas pelo júri escolhido pela Sustentabilidade e Cultura Produções farão parte da exposição digital que ocorre entre os dias 22 e 28 de novembro. Para a escolha da melhor fotografia, será considerada a votação da banca de especialistas (80% da nota final) e votação popular (20%). A divulgação da foto selecionada ocorrerá no dia 8 de dezembro, quando se encerra o projeto. O projeto foi organizado para atender às metas de quatro dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da Organização das Nações Unidas (ONU). São eles: Educação de Qualidade (ODS 4), Consumo e Produção Responsáveis (ODS 12), Ação contra a Mudança Global do Clima (13), Vida na Água (14) e Vida na Terra (15). 
- Advertisement -

Latest News

Após vencer prévias, Doria diz ser “possível” aliança com Moro para 2022

“É possível. Eu tenho boas relações com Sergio Moro e tenho respeito por ele, não haveria nenhuma razão para não manter relações com alguém que ajudou o Brasil, com alguém que contribuiu com a Lava Jato, assim como Simone Tebet, uma brilhante senadora, e o senador Rodrigo Pacheco, com boa postura e equilíbrio”, disse o governador de São Paulo, vencedor das prévias tucanas para candidato à Presidência pelo partido neste fim de semana. Doria afirmou já ter entrado em contato com outros pré-candidatos para desenvolver articulações conjuntas visando o próximo ano e expressou desejo de que o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (segundo lugar nas prévias do PSDB) integre a equipe de campanha da sigla nas eleições. 
- Advertisement -

Prefeito de Salvador cancela festa de Réveillon 2022

"Os números de óbitos e internações só fazem cair na nossa cidade. Só que, em um cenário de incertezas e dúvidas, não há como realizar Festival Virada, que é um evento para mais de 250 mil pessoas", afirmou Bruno Reis. "Ainda não é o momento de colocar em risco tudo o que construímos até aqui. Colocamos a vida em primeiro lugar e seguiremos dessa forma", acrescentou o gestor.

Estado paga salários de novembro nesta semana

Essa é a primeira parte do calendário de pagamento de fim de ano anunciado pelo governador João Azevêdo, que vai injetar na economia paraibana R$ 1,4 bilhão nos próximos 26 dias. Além da folha de novembro, serão pagos neste intervalo a segunda parcela do 13° salário, o Abono Natalino para beneficiários do Auxílio Brasil, e a premiação de Mestres da Educação e Escola de Valor, com 14° e 15° salários dos professores.

31 pesquisadores da Capes renunciam coletivamente

Em carta, os cientistas, que são da área de Matemática, Probabilidade e Estatística (Mape), acusam a Capes de não respaldar o trabalho de avaliação desempenhado por eles e criticam a presidência da instituição por não defender a Avaliação Quadrienal da pós-graduação, suspensa por decisão judicial em setembro. As informações são do jornal O Globo. A carta afirma que a instituição tem alterado parâmetros sem consultar as áreas responsáveis. Os pesquisadores afirmam que foram demandados a elaborar pareceres sobre expansão de programas de pós via ensino à distância com rapidez. Segundo eles, as decisões da Presidência e da Diretoria de Avaliação (DAV) da Capes têm pego os pesquisadores "de surpresa" e causam prejuízos ao trabalho.

Dia do Evangélico: PL filia Bolsonaro com festa religiosa nesta terça

Assim como em 2018, os evangélicos representam um grupo político bastante abraçado e visado pelo presidente. Grupos de fiéis de igrejas teriam sido convidas a integrar o evento, que deve contar com a participação de lideranças protestantes. Assim como o pai, o senador Flávio Bolsonaro também assinará a ficha de adesão ao PL na mesma ocasião. O parlamentar está de saída do Patriota.