24.1 C
João Pessoa
22.9 C
Campina Grande
19.5 C
Brasília

Representatividade

Aguinaldo Silva critica Beyoncé, e artistas cobram protagonistas negros em suas novelas

O comentário foi feito após serem veiculadas imagens da cantora usando um colar de diamantes avaliado em R$ 160 milhões. Ele citou uma mulher negra e diarista como exemplo para opinar sobre o fato de não ter gostado de ver Beyoncé ostentando a peça. "Fico aqui a imaginar o que lhe passa pela cabeça quando ela lê notícias como essa sobre o colar milionário de Beyoncé", disse. Ao ser indagado por um seguidor que Beyoncé era da elite, ele emendou: "Isso mesmo. Da elite branca". A explanação revoltou Jéssica Ellen e Rafael Zulu que reclamaram de nunca terem visto pessoas negras nas obras escritas por Aguinaldo enquanto profissional da TV Globo. Ele deixou a emissora após 40 anos em janeiro de 2020. "Agnaldo, vamos falar de Brasil? Quando em suas novelas seus protagonistas tiveram a pele como a minha? Quando em suas novelas a cultura preta brasileira foi abordada para ajudar na autoestima da população preta?", disse Ellen em uma postagem.

Liniker encara sua primeira protagonista na série ‘Manhãs de Setembro’

A série estreia nesta sexta (25) como uma colcha de retalhos que retrata a marginalidade sob diversos aspectos. Criada a partir de uma ideia original do jornalista Miguel de Almeida, "Manhãs de Setembro" foi desenvolvida numa sala de roteiro tão diversa quanto as suas temáticas. Fez parte dela Alice Marcone, uma mulher trans que diz que suas próprias experiências atravessam as que Cassandra tem nas telas.

Iza diz que ‘Gueto’ é sobre uma ‘mina preta, retinta, ocupando lugares’

A nova música é a "pontinha do iceberg do álbum que já está quase pronto" e pretende focar mais na sua história e em si, transitando por diversos estilos musicais, como afrobeat, pop, rhythm and blues e até trap. A cantora diz que continuará trazendo suas opiniões e falando de assuntos como representatividade, política e racismo. Ela diz que, apesar de ser uma bandeira de ocupação por si só, "estou longe de representar todas as mulheres negras." "Falo de temas como racismo, porque é o que eu vivi, seria muita hipocrisia fugir dessa parte." Para o futuro, ela diz que está totalmente focada em procurar formas audiovisuais criativas para conseguir entregar novas músicas ao público. "Shows só em 2022", afirma a artista.
- Advertisement -

Últimas Notícias

Pedro defende redução do ICMS sobre os combustíveis e cobra decisão do governador

Com a inflação em alta e o poder de compra da população cada vez menor, reduzir impostos deve ser...
- Publicidade -

A PARTIR DE SEXTA: Uso de máscaras volta a ser obrigatório na UEPB

A Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) tornou obrigatório, nesta quinta-feira (30), em todos os ambientes abertos e fechados, de todos os seus campus, o...

AUMENTO INDEVIDO: Padarias são notificadas pelo Procon-JP sobre preço do pão francês

A Secretaria Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor notificou 10 padarias da Capital que estão comercializando o quilo do pão francês (pão de...

BEM ESTAR: Spas de João Pessoa contam com chás especiais da Tea Shop

Em João Pessoa, as bebidas da Tea Shop, maior rede de chás premium do Brasil, já podem ser encontradas em outros locais além da...

Sistemas de Comunicação ressaltam importância do 1º Prêmio Unimed João Pessoa de Jornalismo

O brasileiro confia na imprensa para se informar sobre saúde. É o que revelou um estudo feito pelo Instituto Reuters para Estudos de Jornalismo...