23.1 C
João Pessoa
20.9 C
Campina Grande
11.5 C
Brasília

“Vamos fechar, vamos acabar com o show” diz diretor da Agevisa sobre eventos que descumprirem medidas sanitárias

Na tarde desta terça-feira (9) em uma entrevista ao programa F5 da rádio POP FM, o diretor geral da Agevisa (Agência Estadual de Vigilância Sanitária) Geraldo Moreira, se mostrou preocupado com a quantidade de festas que estão sendo realizadas na Paraíba bem como o número de solicitações para realização de novos eventos. Ele ainda comentou que alguns não estão respeitando os protocolos sanitários de combate a Covid 19 e reforçou que as medidas impostas no último decreto divulgado pelo governo do estado tem que ser cumpridas nos eventos como: apresentação do cartão de vacina comprovando a primeira dose ou esquema vacinal completo, além de teste RT-PCR que comprove a não infecção do novo coronavírus de quem vai aos eventos.

“O teste é importante porque mesmo vacinado, nenhum estudo diz você está imune a daiquiri a doença de novo, você tem uma atenuante de não contrair o vírus de uma forma mais grave, e dessa forma é necessário saber naquele momento que você adentra a um recinto, imagina quando você quantas mil pessoas não estão lá dentro e sairão infectados?”

Leia Também

O diretor da Agevisa, comentou sobre a audiência que aconteceu no MPPB nessa segunda-feira, para a definição de medidas para a relaxação da vaquejada que deve acontecer entre os dias 16 e 21 de novembro em São Miguel de Taipu a 55 Km de João Pessoa. Além da Agevisa tambem participaram do encontro o Procon Estadual, Vigilância Sanitária de São Miguel de Taipu e a organização da vaquejada para definição de pontos do protocolo e como será a fiscalização do evento.

Geraldo Menezes, alertou para a necessidade de dois planos: um para a vaquejada e outro para o show.

“Para a vaquejada é permitido um público de 50% do espaço, já para o show deve ser 20% do público. Eles fizeram uma estimativa pra receber cerca de 15 mil pessoas, mas todo o projeto foi refeito e enviado ao corpo de bombeiros que agora faz uma reavaliação pra determinar a quantidade de pessoas, bem como a estrutura que será montada de arquibancadas e camarotes”

O diretor ainda disse que se a Agevisa através de uma fiscalização chegar a esses eventos que estão marcados e não estiver acontecendo a cobrança do comprovante de vacinação e o teste de Covid 19 RT-PCR o evento será encerrado.

“Nós vamos fechar, vamos acabar o show e ainda vão pagar por descumprir o decreto”

Para essas fiscalizações a Agevisa conta com apoio da força policial da Paraíba.

#PUBLICIDADE#

Mais Lidas

15 possíveis temas de redação para o Enem 2022

O Portal Nacional da Educação divulgou uma lista com os possíveis temas de redação para as provas do Exame...

DATAVOX: João Azevêdo lidera com 40,7% das intenções de voto na 1ª pesquisa para governo da PB em 2022

Realizada em parceria entre o Instituto Datavox e o portal PB Agora, a pesquisa aponta o deputado federal Pedro Cunha Lima (PSDB) em segundo lugar, com 14,2%. Em seguida vem o senador Veneziano Vital (MDB), com 6,6%, o ex-prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PT) com 5,9%, Nilvan Ferreira (PTB) com 3,2% e a vice-governadora do estado, Lígia Feliciano (PDT) com 1%. Indecisos somam 20,3%, enquanto brancos e nulos representam 8,1%.

Pastor da primeira-dama Michelle Bolsonaro declara apoio a Sérgio Queiroz

O pré-candidato ao Senado pelo PRTB, Sérgio Queiroz, recebeu mais um apoio nacional. O pastor da primeira dama do Brasil, Michelle Bolsonaro, Josué Valandro...

7 carros que serão lançados no Brasil ainda em 2022

Mesmo com restrições causadas pela pandemia, 2021 teve lançamentos “de peso” ao longo do ano, como os SUVs Fiat Pulse, Toyota Corolla Cross, Jeep...

Juliette vira personagem de jogo online desenvolvido por estudante paraibano

“Tenho trabalhado cerca de 6 horas por dia no jogo, todos os dias. Criando o conceito, desenhos, animações, programação e gravando, editando pra postar no Instagram. [Na vida real] é lógico que ela vai sair campeã da casa, a quantidade de cactos [apelido dos fãs da participante] só vai aumentar e ela vai continuar sendo o fenômeno que é, mesmo após o fim do programa”, explica o estudante. 
#PUBLICIDADE#

ACHAMOS QUE VOCÊ VAI GOSTAR

#PUBLICIDADE#