João Pessoa 23.13ºC
Campina Grande 19.9ºC
Patos 21.89ºC
IBOVESPA 119137.86
Euro 5.816
Dólar 5.425
Peso 0.006
Yuan 0.7476
VARÍOLA DOS MACACOS: Paraíba atualiza casos suspeitos
02/08/2022 / 07:12
Compartilhe:

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) atualizou a definição de caso suspeito para monkeypox, doença conhecida como varíola dos macacos, seguindo as orientações do Ministério da Saúde emitidas na última sexta-feira (29). Até o momento, de acordo com a plataforma Redcap, que coleta e gerencia as notificações, a Paraíba tem 5 casos notificados da doença até as 16h desta segunda-feira (1º). Destes, dois casos foram descartados e três seguem em investigação. Os três pacientes são residentes do município de João Pessoa, sendo dois homens com idade entre 20 e 29 anos e uma mulher na faixa etária entre 50 e 59 anos.

Sintomas

início súbito de lesão em mucosas e/ou erupção de pele aguda sugestiva para monkeypox, única ou múltipla em qualquer parte do corpo (incluindo região genital/perianal, oral) e/ou dor na região do ânus ou reto com ou sem sangramento e/ou edema peniano associados à progressão da lesão já podem configurar alerta para a doença. Outros critérios como exposição próxima e prolongada, sem proteção respiratória ou contato físico direto, incluindo contato sexual, com parcerias múltiplas e/ou desconhecidas ou com caso provável ou confirmado de monkeypox nos 21 dias anteriores ao início dos sinais e sintomas elevam o risco de contágio e a pessoa passa a ser um caso provável da doença.

A normativa também alerta que o contato com trabalhadores de saúde sem uso adequado de equipamentos de proteção individual (EPI) que tiveram contato com caso provável ou confirmado de monkeypox e/ou o contato com materiais contaminados (roupas de cama e banho ou utensílios de uso comum) pertencentes a pessoas que estão em investigação de monkeypox também fazem parte dos parâmetros para caso provável da doença, desde que tenham acontecido nos 21 dias anteriores ao início dos sinais e sintomas.