João Pessoa 26.13ºC
Campina Grande 23.9ºC
Patos 24.28ºC
IBOVESPA 125946.09
Euro 5.3935
Dólar 5.1177
Peso 0.0059
Yuan 0.707
Vídeo mostra como será a “Ponte do Futuro”, que interligará Cabedelo, Santa Rita e Lucena
23/03/2024 / 12:49 / Matheus Melo
Compartilhe:
Edital de licitação para obras de ponte que interligará Cabedelo, Santa Rita e Lucena é publicado pelo governo da PB

A Secretaria de Infraestrutura e dos Recursos Hídricos do governo da Paraíba publicou, no Diário Oficial do Estado (DOE) deste sábado (23), um aviso de licitação referente a contratação de empresa ou consórcio especializado para a elaboração do projeto básico, projeto executivo e execução das obras de implantação e pavimentação do complexo rodoviário conhecido como “ponte do futuro”, que interligará as cidades de Cabedelo, Santa Rita e Lucena, na Grande João Pessoa.

O processo será aberto aos interessados na execução das obras na próxima terça-feira, 26 de junho. Confira o edital de licitação no DOE (página 53).

Região metropolitana

As obras terão início no quilômetro 9,64 da BR-230, na estrada de Cabedelo. O projeto consiste na construção de duas pontes. A primeira terá uma extensão de 2 Km, e ligará a BR-230 à BR-101 Norte, e terá pista de 7,2 m, pista de passeio com 3,3 m, ciclovia de 2,5m e acostamento de 2,5 m. A intervenção na mobilidade urbana ainda contará com um viaduto sobre a linha férrea de 40m e um mirante. A segunda ponte terá uma extensão de 480m e será construída sobre o Rio da Guia, em Lucena.

O complexo rodoviário também contará com um prolongamento da PB-011, de Forte Velho a Lucena, com 5 Km de extensão, até o entroncamento com a PB-019, e adequação de PB-025 até o entroncamento da BR-101, com extensão de 500 m.

O governo diz que a “ponte do futuro” beneficiará o complexo rodoviário e a logística do Porto de Cabedelo, eliminando gargalos logísticos em mobilidade urbana e desenvolvimento econômico, e fomentando o turismo no litoral norte. Afirma ainda que os investimentos somam R$ 578 milhões, totalmente de recursos próprios do estado.