As empresas paraibanas que ajudaram Dória na disputa do PSDB

Com tecnologia própria na realização de estudos de opinião 100% digital, a empresa presidida por Emanoelton Borges deixou Dória encantado. O deputado federal Ruy Carneiro foi quem fez a ponte com a equipe de marketing de João Dória que é coordenada pelo publicitário Eduardo Braga, especialista em redes sociais. 

João Azevedo e Veneziano jogam “Paciência”

Vené assiste o avanço da aliança de Romero Rodrigues com o governo e mesmo sem falar com João Azevedo há mais de seis meses segue calado fazendo de conta que está mudo como diz a icônica música "Meu País" de Livardo Alves, Orlando Tejo e Gilvan Chaves.  Fontes palacianas murmuram que o senador campinense trabalha na surdina uma possível candidatura mesmo antes da paquera com Romero. No Windows, o estagiário pôs no jogo uma espécie de planilha falsa, para ajudar o usuário a esconder de seu chefe o que estava realmente fazendo. 

O bode na sala de Dr. Damião

Embora seja contada como piada, a estratégia foi testada na última eleição para governador pelo deputado federal Damião Feliciano (PDT). Ele apresentou como o bode, a candidatura da Dra Lígia Feliciano ao governo e esperou pacientemente o então governador Ricardo Coutinho engolir o orgulho e ceder a vaga de vice e, de quebra, pavimentou sua reeleição para a Câmara dos Deputados. O anúncio do presidente nacional do PDT Carlos Lupi de que a Dra Lígia vai colocar novamente o nome para disputar o governo tem cara de bode e cheiro de bode. 

Bolsonaro tira Nilvan do páreo para Câmara Federal

Especialistas em quociente eleitoral afirmam que os bolsonaristas reúnem condições de eleger um parlamentar para a Câmara Federal. Apostavam no nome de Nilvan Ferreira. Depois das declarações do presidente acreditam que a coisa pode mudar. Foi a forma encontrada por Bolsonaro para mandar dizer a Nilvan que ele precisa ajudar no palanque da majoritária.

O porquê da demora de Romero

Em Brasília, Romero anunciou numa reunião com a cúpula do PSDB da Paraíba seu desejo de não mais disputar as eleições para o governo. De lá para cá não faltam abelhas buzinando em seus ouvidos com teses de que ainda é possível unir a oposição para enfrentar o governador João Azevedo, franco favorito no cenário atual.

O plano B de Efraim Filho

Quem entende de política ficou surpreso com a ousadia do deputado federal Efraim Filho de de queimar pontes loteando seus redutos eleitorais com postulantes a uma vaga na Câmara Federal como fez com os pré-candidatos Murilo Galdino e Ricardo Barbosa. Nesta quarta-feira (24), o Superintendente da Semob-João Pessoa, George Morais que é irmão de Efraim, revelou ao blog do BG que será candidato a deputado estadual. 

O herdeiro da vaga de Pedro

Em conversas informais Cássio repetia que não teria nenhum interesse em disputar qualquer mandato no pleito do ano que vem. Todavia, com a possibilidade de seu filho Pedro ir para a disputa como candidato a governador ele passou a admitir a possibilidade de participar do pleito. O deputado estadual Tovar Correia Lima sonha em ocupar a vaga de Pedro, mas é possível que ela seja ocupada pelo próprio Cássio.

Escritório de Advocacia de João Pessoa está entre os mais admirados do Nordeste

O escritório Nóbrega Farias foi reconhecido como o mais admirado da Paraíba e o 5º do Nordeste. O reconhecimento aconteceu após um levantamento feito pela Análise Editorial que é um grupo especializado na produção de anuários estatísticos e análise...

Em dezembro a Havan abre as portas em João Pessoa

Luciano Hung, o Véi da Havan, inaugura megaloja em João Pessoa no dia 16 de dezembro. Atualmente, a empresa está presente em 18 Estados, mais o Distrito Federal, com 161 megalojas. A perspectiva é gerar cerca de 200 empregos diretos na...

O prestígio de João em Campina

Pesquisas internas de todos os partidos apontam Azevedo como a maior liderança de Campina depois de Romero Rodrigues.  Aliados creditam o fato ao distensionamento que João fez ao assumir o governo. Um exemplo disso é a relação com a UEPB. Ele foi o primeiro governador a participar de um evento na Universidade depois de 14 anos.