João Pessoa 22.13ºC
Campina Grande 20.9ºC
Patos 23.87ºC
IBOVESPA 128293.61
Euro 5.9172
Dólar 5.4398
Peso 0.0059
Yuan 0.7498
Governo disponibiliza UTI aérea do Estado para apoio a bebês da Elpidio de Almeida
21/01/2023 / 17:51
Compartilhe:

A transferência dos bebês da UTI Elpídio de Almeida para outras unidades hospitalares ocorreu na manhã deste sábado (21). O governador João Azevedo (PSB) deu todo apoio a Prefeitura de Campina Grande para os cuidados com os bebês que precisaram ser transferidos da  por causa de um apagão na rede elétrica da maternidade.

No Twitter João Azevedo escreveu que “a UTI Aérea do Estado à disposição para dar toda assistência aos bebês que estão na UTI da Maternidade Elpídio de Almeida, em Campina Grande”.

O governador ainda garantiu todo suporte de ambulâncias e hospitais para segurança e saúde de todos até que a energia do prédio seja restabelecida. “Estamos atentos e de prontidão para qualquer necessidade”, finalizou.

Mais cedo, o secretário municipal de Saúde, Gilney Porto informou que houve um rompimento em um cabo subterrâneo o que impossibilitou que a corrente elétrica continuasse passando sobrecarregar a rede do hospital,
Ele não assegurou em quanto tempo o problema será sanado. Ao menos sete bebês foram transferidos para um hospital particular e o Hospital da FAP.

A maternidade também emitiu uma nota onde afirma que o problema com a energia não causou nenhum mal aos bebês, gestantes ou puérperas.

Nota do Instituto de Saúde Elpídio de Almeida

O Instituto de Saúde Elpídio de Almeida (ISEA) sofreu uma interrupção do fornecimento de energia elétrica em alguns setores da maternidade neste sábado, 21. Por precaução, a direção da unidade transferiu três recém-nascidos da UTI Neonatal para outras maternidades de retaguarda.

O ISEA esclarece que o incidente não causou dano a nenhum recém-nascido, gestante ou puérpera. A equipe de engenharia da Secretaria Municipal de Saúde trabalha para identificar o que pode ter causado o problema, visto que a unidade dispõe de geradores de energia elétrica.

O prefeito Bruno Cunha Lima e o secretário de Saúde, Gilney Porto, estão neste momento na maternidade, acompanhando a ação no ISEA até o pronto restabelecimento do fornecimento da energia.