João Pessoa 28.13ºC
Campina Grande 24.9ºC
Patos 31.68ºC
IBOVESPA 121374.05
Euro 5.7611
Dólar 5.3009
Peso 0.0059
Yuan 0.7314
Na Assembleia, Bolsonaro recebe títulos de cidadão pessoense e paraibano
12/04/2024 / 19:56
Compartilhe:

Em solenidade realizada nesta sexta-feira (12) no plenário da Assembleia Legislativa da Paraíba, o ex-presidente da República, Jair Bolsonaro, recebeu os títulos de cidadão paraibano e pessoense. Em seu discurso, ele afirmou lamentar “o que está ocorrendo em Brasília”.

“Dezenas de órfãos de pais vivos, que não cometeram um crime grave sequer. Vamos fazer a nossa parte, para fazer justiça para com essas pessoas”, disse.

Ao criticar as vacinas, Bolsonaro disse não haver liberdade de expressão no país e lembrou ter tido os direitos políticos suspensos por ter se reunido com um embaixador e com o empresário Luciano Hang, da Havan.

“Fui o único chefe de Estado que assumiu não ter tomado a vacina. ‘Ah, negacionista’. Não tomei porque eu li a pipoca da bula da Pfizer. É só ler. Todo remédio tem efeito colateral e é algo que até hoje não tem comprovação científica. Não tem, não foi testada em animais, mas não vou discutir vacina aqui. Se você falar em vacina você pode ser preso. Hoje você não tem liberdade de expressão”, afirmou.

Bolsonaro agradeceu as manifestações de carinho demonstradas nas honrarias concedidas e ressaltou ser gratificante receber a homenagem. Ele ainda falou sobre ideologia de gênero e fez críticas a atual gestão.

Bolsonaro discursa na tribuna da Assembleia Legislativa (Foto: Juliana Santos)

O deputado estadual Wallber Virgolino, em seu discurso, ressaltou ser uma honra conceder a cidadania paraibana a Bolsonaro e destacou que o ex-presidente salvou vidas e trouxe vacinas e respiradores para a Paraíba. Ele ainda lembrou a criação do auxílio emergencial durante a pandemia da Covid-19. “Ele trouxe dignidade ao povo paraibano”, avaliou.

Autor da propositura que concedeu a honraria pela Câmara Municipal de João Pessoa, o vereador Carlão Pelo Bem entregou ao ex-presidente um terço e destacou suas ações no período em que foi presidente da República.

F5 com informações do MaisPB