João Pessoa 24.13ºC
Campina Grande 21.9ºC
Patos 21.89ºC
IBOVESPA 127108.22
Euro 5.8968
Dólar 5.4177
Peso 0.006
Yuan 0.7446
Operação prende suspeitos de envolvimento na morte de sargento da PM em João Pessoa
26/01/2023 / 06:51
Compartilhe:

A Polícia Militar da Paraíba, em conjunto com a Polícia Civil e Penal, deflagrou na manhã desta quinta-feira (26.01) uma operação conjunta nos bairros de Mandacaru, Rangel e Gramame, em João Pessoa, além de pontos da região metropolitana. O objetivo é cumprir mandados de prisão contra suspeitos de envolvimento em crimes recentes na capital. Segundo a polícia, 25 pessoas foram mortas em João Pessoa somente nos primeiros 25 dias de 2023.

De acordo com o comandante da Polícia Militar da Paraíba, coronel Sérgio Fonseca, 18 mandados de prisão foram cumpridos.

Suspeitos de envolvimento na morte do sargento Wellington 

O coronel Sérgio Fonseca confirmou nesta quinta-feira (26) que três pessoas presas pela polícia ontem (25) são suspeitas de envolvimento na morte do sargento da PM, Wellington Santos de Melo, 51, assassinado a tiros na tarde de terça-feira (24.01), em João Pessoa.

Os suspeitos estavam em um carro branco do mesmo modelo que foi identificado no local onde o sargento foi morto, no Bairro das Indústrias. Eles usavam documentos falsos, dois já tinham mandado de prisão e um era egresso do sistema prisional e estava com a tornozeleira eletrônica desligada.

Sérgio Fonseca disse ainda que uma pistola 40 foi encontrada com os suspeitos, que “pode inclusive ter sido utilizada na morte do sargento Wellington”.

“Ainda é prematuro dizer que eles foram os assassinos covardes do sargento, mas os indícios levam a crer. O veículo é o mesmo, eles são do mesmo bairro do sargento, Bairro das Indústrias, eles estavam com uma pistola ponto 40, eram foragidos e estavam com documentos falsos”, afirmou o coronel em entrevista à TV Cabo Branco.