João Pessoa 26.13ºC
Campina Grande 22.9ºC
Patos 27.86ºC
IBOVESPA 124729.4
Euro 5.6025
Dólar 5.1645
Peso 0.0058
Yuan 0.7135
Paraibano Chico César fala sobre ser cotado para o Ministério da Cultura do governo Lula
03/11/2022 / 09:56
Compartilhe:

Ex-secretário de Cultura da Paraíba na gestão do então governador Ricardo Coutinho (PT), o cantor e compositor paraibano Chico César é um dos nomes cotados para assumir o comando do Ministério da Cultura no governo Lula (PT).

Além dele, segundo reportagem do jornal O Globo, também circulam nos bastidores petistas os nomes da deputada federal Jandira Feghali (PCdoB), por sua atuação durante processo de discussão das leis relacionadas ao setor; o da cantora Daniela Mercury, que seria nome favorito da futura primeira-dama, Janja, ao cargo; o de Juca Ferreira, por seu histórico como ex-ministro dos governos petistas; e o de Manoel Rangel, que foi diretor-presidente da Ancine de 2004 a 2017.

Em seu perfil no Instagram, na manhã desta quinta-feira (03.11), o paraibano disse se sentir envaidecido com seu nome cogitado para a pasta, mas considera que “há pessoas muito preparadas e vocacionadas”, afirmou se referindo a deputada federal Jandira Feghali (PCdoB/RJ), ao sociólogo, ambientalista e ex-ministro da cultura nos governos Lula e Dilma, Juca Ferreira, e ao diretor do Sesc São Paulo e especialista em ação cultural, Danilo Santos de Miranda. Nas palavras de César, “gente experimentada que pensa e executa políticas públicas de cultura ligadas a território, economia criativa, identidade, cidadania, eco-existência diversa. Não apenas arte ou os negócios que envolvem nosso métier”.

Depois que assumiu a Presidência da República em 2018, Bolsonaro (PL) anunciou o fim do Ministério da Cultura e o transformou em uma secretaria dentro do Ministério do Turismo. Eleito neste domingo (30), Lula (PT) já garantiu em mais de uma ocasião que trará o Ministério de volta.