Partidos querem plano de segurança do TRE-PB

Cinco partidos do Estado estão pedindo ao Tribunal Regional Eleitoral (TER-PB) que apresente um plano de segurança para que se possa combater com rigor, o clima de acirramento político profundo, que eles informam ter se instalado para o pleito de 2022, e que pode desencadear atos de violência.

O documento é assinado por PSOL, REDE, PSB, PT, PC DO B, E UP, e citam o episódio de Foz do Iguaçu-PR, quando o guarda municipal e tesoureiro do PT Marcelo Aloizio de Arruda, de 50 anos, foi morto durante sua festa de aniversário, pelo policial penal federal Jorge Jose da Rocha Guaranho, como exemplo desse acirramento.

Eles pedem uma audiência, em caráter de urgência, para que “possa nesta oportunidade, apresentar de forma mais detalhada todas as preocupações dos partidos, no que se refere ao clima de violência politica também em curso na Paraíba”.

DÊ SUA OPINIÃO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

#PUBLICIDADE#