23.1 C
João Pessoa

adolescentes

Capital segue imunizando contra Covid os adolescentes a partir de 12 anos sem comorbidade

Para receber a primeira dose da vacina é necessário apresentar documento oficial com foto, Cartão SUS, CPF e comprovante de residência em João Pessoa. Já para a D2 e D3 é necessário o cartão de vacinação e um documento pessoal com foto, além de comprovação documental para trabalhadores de saúde e imunossuprimidos. No caso da terceira dose para os trabalhadores da saúde, eles devem apresentar um documento de identificação original com foto e documentação comprobatória de vínculo em estabelecimento de saúde de João Pessoa, que pode ser: carteira de trabalho, contracheque ou declaração do estabelecimento de saúde. Os profissionais também deverão apresentar a carteira do respectivo conselho. Vale destacar que a cópia da documentação comprobatória deverá ficar retida no ponto de vacinação para fins de controle dos órgãos fiscalizadores. A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) orienta que para os imunossuprimidos é necessário a apresentação de laudo médico que ficará retido no local a fins de comprovação.

Campina vacina adolescentes de 12 anos nesta quarta

Ainda haverá aplicação de terceiras doses para trabalhadores de saúde que receberam a D2 até 20 de abril e primeiras doses para adultos retardatários, a partir de 18 anos de idade. As segundas doses aplicadas nesta quarta-feira serão os imunizantes Pfizer e Coronavac. A Coordenação Municipal de Imunização aguarda o recebimento de nova remessa de AstraZeneca.

Estudo mostra eficácia da Pfizer em pessoas de 12 a 18 anos

O estudo foi realizado entre junho e setembro, quando a variante Delta, extremamente contagiosa do coronavírus, era predominante. Os dados de 19 hospitais pediátricos mostraram que, entre os 179 pacientes que foram hospitalizados com a covid-19, 97% não estavam vacinados, o que corroborou a eficácia da vacina. Dos cerca de 16% de pacientes hospitalizados com casos de covid-19 graves o suficiente para exigir aparelhos, nenhum estava vacinado. O relatório do CDC reforça testes feitos pelas empresas nessa faixa etária que mostraram uma reação imunológica alta contra o vírus, mas que não foram concebidos para demonstrar eficácia contra hospitalizações.

Cabedelo promove Dia D de multivacinação para crianças e adolescentes em todos os PSFs neste sábado (16)

A mobilização tem o objetivo de verificar se o cartão de vacina está em dia, garantido a proteção deste grupo. O Dia D é uma oportunidade para os pais que não conseguem comparecer nas salas de vacina nos dias de semana. As crianças poderão colocar em dia as vacinas BCG, hepatites A e B, pentavalente, pneumocócica 10-valente, poliomielite (VIP e VOP), rotavírus, meningocócica C (conjugada), febre amarela, tríplice viral, tríplice bacteriana, varicela e HPV. Já os adolescentes irão atualizar os imunizantes HPV, dupla adulto, febre amarela, tríplice viral, hepatite B e meningocócica ACWY (11 e 12 anos).

3º curso preparatório para adoção do TJPB acontece em novembro

Os dois primeiros cursos foram realizados durante os meses de janeiro, fevereiro, maio e junho deste ano. Para se inscrever, é necessário que os interessados já tenham ingressado com a ação de habilitação para adoção. Um dos tópicos abordados durante o curso é a questão das adoções necessárias. “Esse é um ponto no qual temos obtido bastante sucesso, uma vez que, após a participação no Curso, é comum que os requerentes manifestem vontade de alterar o perfil desejado para o futuro adotando”, disse o analista judiciário e psicólogo do TJPB, que atua na 1ª Vara da Infância, Thomaz Mota. Em todas as etapas, assistentes sociais, pedagogas e psicólogas trabalham visando, também, preparar os requerentes para a adoção.

João Pessoa aplica 3ª dose em idosos a partir de 63 anos e retoma D1 para adolescentes sem comorbidades

Com relação à primeira dose da vacina, a aplicação é para adolescentes a partir de 15 anos sem comorbidades. Além disso, seguem sendo imunizados com a D1 adolescentes entre 12 e 17 anos com comorbidades, deficiência permanente ou gestantes e puérperas. Para esses públicos, é necessário realizar o agendamento. A prefeitura seguirá imunizando ainda, com a segunda dose, as pessoas que receberam a D1 da Coronavac há mais de 28 dias, e, há 90 dias, as doses da Astrazeneca ou Pfizer. Nos ginásios, a população poderá ser imunizada das 8h às 12h e nos postos do tipo drive-thru, o horário será das 9h às 15h.

Painel Funesc tem edição especial sobre o cinema infantil

A exibição, que faz alusão ao Dia das Crianças, ocorre ao vivo na TV Funesc a partir das 19h30. A jornalista Amanda Falcão mediará a conversa com Bruno Bennec, ator, produtor e diretor. Também participam Ulisses de Farias Freitas, programador e curador independente de cinema, e a pesquisadora e cineasta, Josiane Osório.

Adolescentes se emocionam após receberem a primeira dose da vacina contra a Covid-19

Com relação à terceira dose da vacina contra a Covid-19, além dos idosos de 64+, a imunização se estende para trabalhadores da área da saúde que atuam na Capital, que tenham tomado a segunda dose ou dose única há 180 dias. Os imunossuprimidos também seguem sendo imunizados com a D3 – o intervalo para a dose de reforço deve ser de 28 dias após a última dose do esquema básico.

João Pessoa inicia aplicação da 1ª dose em adolescentes a partir de 15 anos sem comorbidades

Para receber a primeira dose da vacina é necessário apresentar documento oficial com foto, Cartão SUS, CPF e comprovante de residência em João Pessoa. Já para a D2 e D3 é necessário o cartão de vacinação e um documento pessoal com foto, além de comprovação documental para trabalhadores de saúde e imunossuprimidos. No caso da terceira dose para os trabalhadores da saúde, eles devem apresentar um documento de identificação original com foto e documentação comprobatória de vínculo nesse grupo prioritário em estabelecimento de saúde de João Pessoa, que pode ser: carteira de trabalho, ou contracheque, ou declaração do estabelecimento de saúde. Os profissionais de saúde também deverão apresentar a carteira do respectivo conselho profissional. Vale destacar que a cópia da documentação comprobatória deverá ficar retida no ponto de vacinação para fins de controle dos órgãos fiscalizadores. A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) orienta que, para os imunossuprimidos, é necessário apresentação de laudo médico que ficará retido no local a fins de comprovação.

João Pessoa dá início à campanha de multivacinação para atualizar caderneta de crianças e adolescentes

O público-alvo são crianças e adolescentes menores de 15 anos de idade não vacinados ou com esquemas vacinais incompletos. Seguindo a programação do Ministério da Saúde, dia 16 será o Dia D de Vacinação, com mobilização nacional. Segundo a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), a multivacinação tem como objetivo oportunizar o acesso às vacinas que fazem parte do Calendário Nacional de Vacinação da Criança e do Adolescente, atualizar a situação vacinal, aumentar as coberturas vacinais, diminuir a incidência e contribuir para o controle, eliminação e/ou erradicação das doenças imunopreveníveis nas crianças e adolescentes menores de 15 anos de idade. De acordo com Fernando Virgolino, chefe de Imunização da Secretaria Municipal de Saúde de João Pessoa, a meta estipulada pelo Ministério da Saúde é vacinar pelo menos 95% das crianças nessa faixa etária e a orientação é que os pais levem os filhos, junto com a carteira vacinal, aos postos de saúde, para atualizar as doses que estejam em atraso. "A imunização de crianças e adolescentes é a forma mais eficaz para o controle e a erradicação de doenças como sarampo, HPV, febre amarela, rubéola e poliomielite. Com a pandemia causada pelo novo Coronavírus, ficou mais evidente a importância da vacinação para a população. Ela é a segurança para que doenças já erradicadas não se manifestem mais e permite a segurança da população. Especialmente nesse momento de volta às aulas e de retomada das atividades cotidianas”, pontuou Fernando Virgolino.
- Advertisement -

Últimas Notícias

Carro zero por menos de R$ 100 mil: dá para contar nos dedos as opções

Há dois anos, quem dispunha de um orçamento de até R$ 100 mil para comprar um carro zero-quilômetro tinha...
- Publicidade -

API-PB e UFPB vão assinar Termo de Cooperação para criação de agência de checagem

O presidente da Associação Paraibana de Imprensa, Marcos Wéric, se reuniu com o reitor da Universidade Federal da Paraíba, professor Valdiney Gouveia, na reitoria...

Senador na chapa de João, vice de Pedro e governador pelo PL: Sérgio Queiroz diz que recebeu proposta de vários grupos

Em entrevista ao programa F5 Online, da rádio Pop FM (89.3), na tarde desta terça-feira (16), o pastor Sérgio Queiroz (PRTB), candidato ao Senado...

Taciano Diniz perde apoio de prefeito de Itaporanga

O deputado estadual Taciano Diniz não conta mais com o apoio do prefeito de Itaporanga Divaldo Dantas (União Brasil). O rompimento ocorre quatro dias depois...

Veneziano recebe o apoio de Manuella Carneiro e do grupo de oposição da cidade de Alagoa Grande

O candidato a governador da Paraíba Veneziano Vital do Rêgo (MDB-15), da coligação ‘A Paraíba tem pressa de ser feliz!’ recebeu nesta terça-feira (16)...